V E S T I B U L A R UNIT
MENU

Programa Tiradentes Solutions Education Lab segue para próxima fase

Acompanhados pela professora doutora Simone Amorim, aluna e egresso da Unit desenvolvem soluções para melhorar a educação básica.

às 13h01
Imagem: Freepik
Imagem: Freepik
Compartilhe:

Os projetos aprovados no Programa Tiradentes Solutions: Education Lab já está se aproximando do fim e a visita técnica a Boston da aluna de Arquitetura e Urbanismo, Maria Paula Reis Barbosa, e o egresso de pós-graduação em Educação da Universidade Tiradentes (Unit), Ícaro Franca Bastos, está prestes a acontecer. Acompanhados pela professora doutora Simone Amorim, do PPED, eles desenvolvem soluções inovadoras para melhorar a educação básica em duas escolas da cidade de Aracaju.

“A viagem técnica tem como objetivo ampliar as possibilidades do projeto ao identificar práticas de sucesso em espaços educacionais que sirvam de inspiração para Ícaro e Maria a fim de aperfeiçoar a proposta que já está sendo elaborada por eles aqui em Sergipe. Eu acompanho o projeto e oriento a proposta pedagógica, especialmente quanto às questões voltadas à educação”, comenta a professora.

Professor há quase 15 anos, Ícaro projetou um modelo educacional que permite a formação de um cidadão autônomo através de uma sala de aula flexível que proporcione a implementação de uma educação integral, articulando o estímulo das inteligências social e emocional. A viabilidade arquitetônica fica por conta da estudante Maria Paula. 

Para isso, ela desenvolve um modelo de sala de aula que permita a flexibilidade de layout e a execução de uma prática pedagógica que favoreça uma aprendizagem crítica ao articular as habilidades emocionais e sociais ao desenvolvimento da criatividade e dos pensamentos crítico e sistêmico. “Tenho acompanhado também os aspectos voltados à arquitetura, tendo em vista que o espaço das escolas precisam estar em acordo com proposta pedagógica”, explica a professora Simone.

“Basicamente,  a estratégia é criar ‘rotação por estações’, visando desenvolver habilidades  em cada estação (que seria uma espécie de ilha onde os alunos se encontram para desenvolver atividades pedagógicas) pensada para esse fim. Assim, ao pretender desenvolver a colaboração, a atividade pedagógica será planejada e criada para tal. O espaço pensado por Maria deverá ser desenhado para proporcionar uma experiência de aprendizagem memorável para os alunos, sendo ele flexível e com materiais de baixo custo  (mas que tenham qualidade), sendo replicável em outras escolas, independente do tamanho do espaço disponível para a realização das atividades pedagógicas”, conclui.

 

Leia também: Egresso detalha projeto selecionado pelo Tiradentes Solution Education Lab

Aluna de Arquitetura e Urbanismo participa do Tiradentes Solution Education Lab

Compartilhe: