V E S T I B U L A R UNIT
MENU

Projeto digitalizará 100 anos de história mantida pelo Diário Oficial de Sergipe

Projeto Hemeroteca Digital certifica a vida funcional do servidor público e preserva fatos sociais e culturais relevantes ocorridos nas últimas dez décadas em Sergipe

às 22h11
Professor Fábio Gomes coordena o grupo de alunos
Professor Fábio Gomes coordena o grupo de alunos
Em um ano e quatro meses de trabalho, edições de uma década já foram digitalizadas (Fotos: Marcela Matos/Asscom Unit)
Parceria entre Segrase e curso de Computação da Unit viabiliza digitalização do Diário Oficial
Compartilhe:

Por Nivaldo Menezes e Raquel Passos

Graças à parceria firmada entre a Universidade Tiradentes (Unit) e a Empresa de Serviços Gráficos de Sergipe (Segrase), Estado terá os 100 anos de edições do Diário Oficial de Sergipe todos digitalizados. Em um ano e quatro meses de trabalho, uma década já saiu do papel.

Trata-se do Projeto Hemeroteca Digital, desenvolvido por alunos e professores do curso de Ciências da Computação da Unit e equipe técnica da Segrase. Iniciada em ordem inversa (dos dias atuais para os anos anteriores), a iniciativa consiste na digitalização de todo o acervo impresso produzido pelo Diário Oficial nos últimos 100 anos.

De acordo com o coordenador do grupo de pesquisa, professor Fábio Gomes, a estimativa é que o projeto dure três anos. “Firmamos a parceria em agosto de 2017, mas pelo volume documental, teremos de ter mais algum tempo. Nossa previsão é completar tudo em no máximo oito anos”, explica professor Fábio Gomes.

Por meio deste projeto, os alunos têm podido aliar a teoria do que aprendem em sala de aula na universidade, com a prática e vivência em uma instituição tão relevante para a história e cultura de Sergipe. “O projeto é relevante não apenas pelo fato do aprendizado técnico em si, mas pela oportunidade de contribuir com a preservação da memória. Afinal, vivemos a fase de transição do papel para o digital”, avalia o concludente em Ciências da Computação, Efraim Santana Leite Filho.

O coordenador técnico da hemeroteca da Segrase Wallace Douglas acredita que será facilitado o acesso do público às informações disponibilizadas no Diário Oficial. “A maioria do público que busca o documento são acadêmicos ou servidores públicos. A digitalização possibilitará que as informações também cheguem até algumas pessoas que antes não tinham este acesso”, finaliza.

Projeto Hemeroteca Digital

O projeto serve de referência para os demais órgãos públicos. “Além da digitalização, desenvolveremos o portal que o acervo será disponibilizado para acesso público e promoveremos melhoria em ferramentas”, explica professor Fábio Gomes.

A Segrase oferece três bolsas para alunos que devem ser dos cursos de Computação da Unit, possuir conhecimentos básicos e participar das pesquisas do grupo. Este ano, dois alunos se formarão e serão abertas duas novas vagas.

Atualmente, o Diário Oficial pode ser acessado pelo site da Segrase em formato PDF, mas somente as publicações a partir do ano de 2012 estão disponíveis. A expectativa é que com esta parceria, todas as edições sejam disponibilizadas à população.

Segundo a Assessoria de Comunicação da Segrase, a Associação Brasileira de Imprensas Oficiais informou na noite do dia 22 de fevereiro de 2019 que os estados do Rio Grande do Sul, Paraná, Santa Catarina, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Bahia e Pernambuco possuem seus acervos totalmente digitalizados. Já Alagoas, Espírito Santo, Rio de Janeiro e Pará estão com seus volumes históricos parcialmente digitalizados.

*Matéria atualizada em 22/02/2019 para incluir informação recebida pela Asscom da Segrase.

Compartilhe: