V E S T I B U L A R UNIT
MENU

Qual a importância do enfermeiro no controle de doenças imunopreveníveis?

Todo o processo de vacinação é supervisionado e monitorado pelo enfermeiro nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs).

às 13h38
Foto: Freepik
Foto: Freepik
Compartilhe:

As doenças imunopreveníveis são aquelas que podem ser prevenidas por meio de vacinas. O Sistema Único de Saúde (SUS) disponibiliza 17 vacinas para combater mais de 20 doenças, em diversas faixas etárias. Existem ainda outras 10 imunizantes para grupos em condições clínicas específicas. Nesse contexto, a Atenção Básica desempenha um papel fundamental no controle dessas doenças, no qual o profissional da enfermagem tem destaque.

No Brasil, as vacinas disponibilizadas pelo SUS protegem contra os vírus que causam Hepatite A e B, Sarampo, Caxumba, Rubéola, Febre Amarela, Dengue, Poliomielite, Rotavírus, Influenza, varicela, Herpes Zóster, Raiva, HPV e Covid-19; e bactérias que provocam Tuberculose, Pneumonia, meningite, Haemophilus Influenzae tipo B, Difteria, Tétano, Coqueluche e Febre Tifóide.

“As vacinas são formuladas com o objetivo de desenvolver imunização ativa de forma artificial e essa imunização pode ser adquirida de curto ou a  longo prazo podendo imunizar por toda vida. Outras medidas preventivas também podem ser adotadas para prevenir doenças como por exemplo: higiene, alimentação saudável, exercícios físicos, uso de equipamentos de proteção individual, hidratação adequada, entre outras”, explica a professora do curso de Enfermagem da Universidade Tiradentes, Maria Paula Futuro.

Todo o processo de vacinação é supervisionado e monitorado pelo enfermeiro nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs). “O enfermeiro é um dos profissionais que atua fortemente nas campanhas de vacinação nas salas de vacinação e em ações extra-muros. Todos os profissionais são qualificados e treinados para que possam conservar, preparar, manusear, administrar e registrar as vacinas, como também realizar o descarte correto dos resíduos utilizados na vacinação. Além disso, tem papel fundamental na conscientização da população, no treinamento de equipes, gerenciamento de insumos, notificação e acompanhamento de eventos adversos pós vacinação”, diz.

As campanhas de vacinação são definidas pelo Ministério da Saúde com base na situação epidemiológica do País ou de determinadas regiões. Elas são direcionadas a grupos específicos ou população-alvo com o objetivo de diminuir a sobrecarga de todo o sistema de saúde, prevenir formas graves das doenças, óbitos, prevenir novos surtos dessas doenças.

Enfermeiro

Sob a supervisão dos professores, os estudantes do curso de Enfermagem da Unit participam de campanhas de vacinação. “O principal objetivo era promover a vacinação à comunidade acadêmica como também aos colaboradores em pontos fixos e itinerantes. Com a realização dessas campanhas, os estagiários têm a oportunidade de aprimorar a prática em vacinação e ainda reforçam a conscientização vacinal da população”, enfatiza a professora.

Em 2021, a Unit foi um importante ponto de vacinação contra a Covid-19 em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde de Aracaju. Durante quatro meses de funcionamento do ponto fixo de vacinação instalado no campus Farolândia, 65.848 pessoas foram imunizadas. Os estudantes de enfermagem também atuaram também no drive da Sementeira, sempre com supervisão de docentes da Instituição. 

 

Leia mais:

Conheça o curso de Enfermagem da Unit

Compartilhe: