V E S T I B U L A R UNIT
MENU

Renda mensal cai 3,4% e chega ao menor valor desde 2012, segundo IBGE

O desemprego foi um dos fatores que colaboraram para a queda na renda mensal dos brasileiros; o que pode ser amenizado por programas sociais

às 13h00
A pesquisa mostrou que a diminuição na renda média dos brasileiros foi agravada por fatores como o desemprego (Marcelo Camargo/Agência Brasil)
A pesquisa mostrou que a diminuição na renda média dos brasileiros foi agravada por fatores como o desemprego (Marcelo Camargo/Agência Brasil)
Compartilhe:

Com uma queda de 3,4% a renda mensal dos brasileiros recuou a um índice recorde, atingindo assim, o menor patamar desde 2012. Os dados registrados em 2020 são de um levantamento feito pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Entre os trabalhadores ouvidos na pesquisa, o rendimento mensal médio era de R$ 2.292 em 2019 e caiu para R$ 2.213 em 2020. A retração corresponde a 3,4% e foi considerada pelos analistas do IBGE, a maior queda da série histórica iniciada em 2012.

Os entrevistados pelos pesquisadores também informaram que as maiores quedas nos rendimentos mensais foram referentes à aposentadoria, aluguéis e pensões, ou seja, outras fontes de renda, e não as ligadas ao trabalho em si. Outro dado interessante levantado pela pesquisa é a proporção de residências onde há beneficiários de programas sociais, que teve um salto de 0,7% para 23,7% no país. As regiões que mais tiveram aumento foram o Nordeste (0,8% para 34,0%) e o Norte (0,5% para 32,2%).

Para o economista Lucas Sorgato, professor do Centro Universitário Tiradentes (Unit Alagoas), os dados do IBGE mostram o quanto a pandemia impactou o mercado de trabalho. “O grande número de desempregados em todas as regiões do país explica a queda na renda média mensal, e que impactou, inclusive, os chamados ‘outros ganhos’ de várias famílias. Isso se explica pelo simples motivo do ciclo que se inicia com o desemprego, onde o trabalhador perde sua renda, seu poder de compra, seu meio de honrar seus compromissos, e assim, deixa de pagar o aluguel, por exemplo, para aquela pessoa que tinha como certa essa renda extra”, analisa. 

Asscom | Grupo Tiradentes

Compartilhe: