V E S T I B U L A R UNIT
MENU

Temas palpitantes são discutidos durante a 7ª Semana de Biomedicina da Unit


às 18h03
Compartilhe:
Perícia Criminal, um tema palpitante

Perícia Criminal, um tema palpitante

As jornadas realizadas pelo curso têm a perspectiva de oferecer aos alunos a oportunidade de optar por inúmeras áreas de atuação.

Pelo sétimo ano consecutivo, a coordenação de Biomedicina da Unit promove junto aos seus alunos a semana do curso. O que caracteriza esta versão é o fato de que todos os temas do evento foram amplamente discutidos e sugeridos pelos acadêmicos, a partir da abertura oficial que trouxe para o Auditório Padre Melo na noite dessa quarta-feira, 24, a especialista em perícia criminal, doutora Gilka Jorge Figaro Gattas.

Professora da Faculdade de Medicina da USP e coordenadora do projeto Caminho de Volta que busca crianças desaparecidas no Estado de São Paulo, Gilka, que é pós-doutora pela Harvard Medica Schoool, proferiu palestra para os futuros biomédicos da Unit destacando o tema perícia criminal.

A palestrante destacou o papel do Biomédico no setor de perícias e como ele pode desenvolver suas pesquisas, falou sobre banco de DNA e deu ênfase à genética forense, área em que ela é especialista na USP. Segundo a doutora Gilka, o banco de DNA criminal é hoje uma realidade no Brasil. A convidada disse que a perícia criminal na área de atuação do biomédico revela-se hoje bastante promissora e mesmo com a oferta de poucas vagas e um número cada vez maior de profissionais interessados. A perícia criminal só é exercida após uma solicitação judicial, portanto esse tipo de perícia não existe num laboratório comum, a menos que seja uma investigação de paternidade. E mesmo com a área restrita para atuação do Biomédico, a palestrante lembra que o profissional pode atuar em diversas outras áreas de pesquisa.

Para a professora Ana Paula, coordenadora do curso, o tema – além de ser instigante – é novo no cenário da academia, durante a realização da semana. “Esse é um tema que os alunos trazem à tona com bastante frequência e nessa oportunidade, a presença da doutora Gilka vem enriquecer ainda mais a grade curricular dos nossos alunos”, cita a professora, lembrando que outros temas de igual importância para a formação profissional serão debatidos durante a semana. Entre eles, a reprodução humana e o relato da experiência de um egresso da Unit fora do Brasil.

Professores e coordenadores compõem a mesa

Professores e coordenadores compõem a mesa

O professor Gilton Kennedy Souza Fraga, coordenador de Extensão da Unit, destaca a realização da Semana de Biomedicina como um momento ímpar, onde tanto os professores quanto os alunos têm a oportunidade de vivenciar experiências ímpares através dos relatos e conferências dos palestrantes convidados.

Ao participar da abertura da 7ª Jornada de Biomedicina, o diretor adjunto de graduação, professor Evandro Duarte, destacou que o tema de abertura é bastante pertinente porque mostrar o exercício de um profissional que contribui para a sociedade na elucidação de crimes. “Cada vez mais o profissional da Biomedicina está envolvido nessas pesquisas”, afirma.

A semana que tem como tema “A profissão do presente e a segurança do futuro” prossegue até esta sexta-feira, despertando nos estudantes de Biomedicina da Unit o interesse em desenvolver suas potencialidades científicas enveredando cada vez mais pelas ofertas de especialidades que a profissão oferece.

Fotos – Marcelo Freitas

Compartilhe: