V E S T I B U L A R UNIT
MENU

Todos juntos pela amamentação

Acadêmicos de Medicina e Enfermagem se mobilizam em projeto de conscientização sobre a importância de amamentar e doar leite

às 21h19
Os cursos de Medicina e Enfermagem da Universidade Tiradentes somaram esforços em torno de uma causa urgente e nobre: a importância de amamentar e doar de leite materno. O projeto, alusivo à Semana Mundial da Amamentação, campanha que este ano tem como tema “Todos juntos pela amamentação”, acontecerá entre os dias 31 de julho e 4 de agosto, no Campus Aracaju Farolândia, na Maternidade Santa Isabel, em postos de saúde e no Parque da Sementeira. A iniciativa tem o apoio da Sociedade Sergipana de Pediatria.
Silvia Anastásia: “Organizamos uma gincana para arrecadar recipientes de vidro que serão doados aos bancos de leite
Silvia Anastásia: “Organizamos uma gincana para arrecadar recipientes de vidro que serão doados aos bancos de leite"
Compartilhe:

“Desde 2015 nós fazemos este projeto na primeira semana de agosto. Todos os anos, montamos uma sala de apoio às mães que têm dificuldade de amamentar ou estão em fase de gestação e querem aprender sobre amamentação, em um dos laboratórios do curso de Enfermagem. Agora, o projeto foi ampliado”, ressalta a professora Silvia Atanásio.

O projeto, que antes ficava restrito ao campus, ganhou as ruas. “Organizamos uma gincana com alunos das disciplinas Saúde Coletiva e Saúde Hospitalar, para arrecadarem recipientes de vidro que serão doados aos bancos de leite. Também realizaremos palestras, entre outras atividades científicas diárias”, explica a professora Silvia Atanásio, do curso de Enfermagem.

Programação
Nos dias 31 de julho e 1º de agosto, acadêmicos de Medicina e Enfermagem realizarão uma grande ação no Hospital e Maternidade Santa Isabel. A proposta é fazer uma roda de conversas, com palestras e orientações para as mães em relação às questões que envolvem a lactação, como a melhor forma de posicionar o bebê para poder dar corretamente a mama. Já no dia 2, o trabalho será desenvolvido nas unidades básicas de saúde dos bairros Robalo, Atalaia e Coroa do Meio. No dia 3 de agosto, as ações prosseguem no Campus Aracaju Farolândia, com mesas redondas e orientações. O projeto se encerra no dia 4, a partir das 14 horas, no Parque da Sementeira, onde mães participarão da “Hora do mamaço”, um ato simbólico em defesa da amamentação.

“A hora do mamaço é a ação das mães colocando os bebês no peito, como uma forma de promover o aleitamento. Quanto mais mães nós conseguirmos reunir para defender a causa, melhor. Além disso, colocaremos um posto no parque para esclarecimento de dúvidas e algumas mamas didáticas, com mamilos diferentes, para orientar sobre a melhor forma de posicionar o bebê ou fazer a coleta para doação. Hoje, nós sabemos que um recipiente de 300ml de leite é capaz de salvar a vida de dez prematuros. Quanto mais frascos nós conseguirmos, melhor. Este é o maior desafio”, ressalta a professora Silvia.

Mamar: direito de toda criança
O leite humano é o único alimento que oferece todos os nutrientes necessários para o melhor desenvolvimento do bebê. Ainda que o bebê não consiga sugar o peito ao nascer, o contato íntimo entre ele e a mãe é muito importante. Não precisa complementar com água, chá ou usar chupeta. “Amamentar à noite aumenta a produção de leite e, quanto mais a criança mama, mais leite aparece. Não existe leite fraco ou pouco. A mãe produz a quantidade de leite necessária, mas o sucesso da amamentação também depende do apoio de familiares, vizinhos, amigos e profissionais da sáude”, garante a professora do curso de Medicina, Izailza Matos.

A criança deve mamar exclusivamente por seis meses e iniciar a dieta com frutas e verduras após completar este tempo de vida. Mesmo assim, é importante continuar amamentando por dois anos ou mais. A volta ao trabalho não impede que a criança continue recebendo leite materno. A mãe pode ordenhar seu leite e deixar para ser oferecido no copinho, nunca em mamadeira, quando ela não estiver com seu bebê.

Bancos de leite
Procure o banco de leite ou posto de coleta mais próximo de sua casa. O Hospital e Maternidade Santa Isabel possui o Posto de Coleta de Leite Humano Drº Fernando Guedes. Ele funciona todos os dias, inclusive nos finais de semana, das 7h as 12h e das 14h as 18 horas. As mães não precisam de agendamento para serem atendidas no Posto de coleta.

Compartilhe: