V E S T I B U L A R UNIT
MENU

Transjus: dignidade humana e direitos básico da pessoa LGBTQIA+

Projeto de extensão do curso de Direito da Unit oferece atendimento jurídico gratuito à população LGBTQIA+ em situação de vulnerabilidade.

às 21h53
Profa. Acácia Lélis:
Profa. Acácia Lélis: "É uma temática importante para a sociedade, que justamente nessa data de hoje, 17 de maio, precisamos ainda mais conhecer e respeitar esses direitos".
Amanda Gomes: "Nesse dia de luta contra a LGBTfobia é importante lembrar que precisamos nos somar a essa luta, sempre, pois só assim poderemos vencer a intolerância e a violência".
Compartilhe:

No dia 17 de maio é celebrado o Dia Internacional contra a Homofobia. A luta pelo respeito e conscientização da população sobre as pessoas LGBTQIA+ deve ser constante. Pensando nisso, a Universidade Tiradentes oferta o projeto de extensão Transjus para acadêmicos do curso de Direito atuarem com atendimento jurídico a esse público em situação de vulnerabilidade.

“O projeto Transjus, da Universidade Tiradentes, é de grande relevância social. Tem dado visibilidade a uma temática importante para a sociedade, que justamente nessa data de hoje, 17 de maio,  precisamos ainda mais conhecer e respeitar esses direitos”. A afirmação é da professora Acácia Lélis, advogada, professora, Doutora em Direito e garantias fundamentais e coordenadora do Transjus.

Criado em 2017, a partir de uma pesquisa sobre transexualidade e Direito, alunos do curso de Direito identificaram a necessidade de atendimentos específicos voltados para pessoas trans.  No ano seguinte, o Transjus passou a ser ofertado como projeto de extensão do curso em Aracaju, com atendimento jurídico gratuito em ações trabalhistas, civil, do consumidor e afins.

“Essa é uma temática que trabalhamos em conjunto. Professores e alunos, debatem sobre o tema com os protagonistas. Nós temos um diálogo constante com pessoas LGBTQIA+. Alunos e comunidade em geral nos procuram para que possamos interceder pela via administrativa e judicial para buscar os seus direitos”, explica a coordenadora.

Os atendimentos são feitos no Núcleo de Práticas Jurídicas localizado à Rua Lagarto, 253, Centro, em Aracaju.

“Mesmo nesse momento de pandemia, nós conseguimos fazer vários atendimentos a pessoas que nos procuram através do NPJ da Unit. As pessoas podem tanto comparecer presencialmente, como também acessar o serviço pelos canais da Universidade”, orienta.

Mais do que a vertente de pesquisa, o projeto Transjus oferece atendimento personalizado, visando sempre o acolhimento. “Além de ter uma experiência prática jurídica, o aluno também pode observar novas vivências e novas realidades. Posso assegurar as mudanças que esse projeto causa na vida do estudante de graduação, não são só profissionais, como também pessoais”, garante a aluna do 10º período de Direito, Amanda Costa Gomes, que integra o projeto Transjus desde 2017.

“Nesse dia de luta contra a LGBTfobia é importante lembrar que precisamos nos somar a essa luta sempre, pois só assim poderemos vencer a intolerância e a violência”, completa a acadêmica.

 

Leia também:

Compartilhe: