V E S T I B U L A R UNIT
MENU

Unit participa de evento da Rede de Leitura Inclusiva de Sergipe

Por meio da Biblioteca Jacinto Uchôa de Mendonça e do Napps, Unit apresenta estrutura de biblioteca inclusiva e apoio psicopedagógico.

às 11h28
A gerente da biblioteca central, Gislene Silva.
A gerente da biblioteca central, Gislene Silva.
Compartilhe:

Por meio da Biblioteca Jacinto Uchôa de Mendonça e do Núcleo de Apoio Pedagógico e Psicossocial (Napps), a Universidade Tiradentes (Unit) estará presente em mais um evento da Rede de Leitura Inclusiva de Sergipe. O evento acontece até domingo, 25, no Shopping RioMar – térreo ao lado do restaurante Madero. De quarta à sexta-feira, o horário da exposição é das 13h às 19h, sábado pela manhã e à tarde, e domingo à tarde até às 19h.

O encontro, que tem como objetivo ampliar as oportunidades de acesso ao livro e à leitura, promoveu diversas atividades como contação de histórias, rodas de leitura inclusivas, oficinas e outros. A Rede, coordenada nacionalmente pela Fundação Dorina Nowill para cegos, reúne diversas organizações e pessoas comprometidas em ampliar as oportunidades de acesso ao livro e à leitura para todas as pessoas.   

“A contribuição da Unit é muito rica porque nós trouxemos toda a nossa tecnologia inclusiva para mostrar às pessoas o que tem de novo na inclusão.Temos uma biblioteca equipada com tecnologias inovadoras que chamamos de tecnologias assistivas. Então, estamos divulgando, mostrando como se utiliza cada uma delas e para que serve, para pessoas com e sem deficiência”, explica a gestora da biblioteca da Unit, Gislene Maria da Silva Dias.

Biblioteca inclusiva

Os principais hardwares utilizados pela Unit foram expostos no evento: Linha Braille, com a qual a pessoa com deficiência visual acessa o computador ou celular com todos os comandos, a lupa eletrônica e o teclado com letras gigantes para pessoas com baixa visão, e a impressora em Braille. “A Unit tem todo o material e acervo rico para atender a qualquer necessidade. Nós acolhemos não só as pessoas sem deficiência, mas também qualquer pessoa com deficiência”, afirma.

Além disso, conta com o acervo da biblioteca virtual Dorinateca, que disponibiliza livros para download nos formatos Braille, falado e digital acessível para as pessoas com deficiência visual.

Napps

Além da biblioteca inclusiva, a Unit atende alunos com síndromes e transtornos ou que vivenciam situações de conflito que interfiram no processo de aprendizagem e/ou nas relações sociais. Para atender às demandas, o Núcleo de Apoio Pedagógico e Psicossocial (Napps) produz materiais informativos referentes a acessibilidade e inclusão; disponibiliza espaços adequados ao atendimento dos discentes, seja psicológico, psicopedagógico, de tutoria e monitoria; entre outros.

“Muitas vezes, as pessoas não sabem que a Unit tem tudo isso. Por isso, estamos aqui divulgando que o aluno pode contar com todo esse material, além da biblioteca, com apoio psicopedagógico, psicólogos e psiquiatra para dar acolhimento nas necessidades para ver a questão acadêmica de provas adaptadas. Então, é muito bom ter esse momento”, conclui Gislene.

 

Leia também: Inclusão: polo EaD de Paulo Afonso recebe o primeiro aluno cego

Compartilhe: