V E S T I B U L A R UNIT
MENU

Inclusão: polo EaD de Paulo Afonso recebe o primeiro aluno cego

A equipe docente buscou capacitação para ofertar as mesmas oportunidades e garantir a qualidade e excelência do ensino.

às 23h37
Jailton Menezes de Andrade : “Concluo o curso em novembro de 2021 e saio com mais conhecimento e experiência”
Jailton Menezes de Andrade : “Concluo o curso em novembro de 2021 e saio com mais conhecimento e experiência”
professor Henrique Leal, Gestor do polo EaD Paulo Afonso(BA)
Compartilhe:

O estudante Jailton Menezes de Andrade, foi o primeiro aluno cego a ingressar no polo de Educação a Distância-EaD de Paulo Afonso, na Bahia.  Aluno do 8º período do curso Letras – Português/Espanhol, encontrou livre acesso e conhecimento compartilhado pelos professores durante as aulas online.

Jailton que trabalha como instrutor de Braille contou com o apoio acadêmico dos tutores.  “Durante as aulas, a professora fazia audiodescrição de todo material usado nos slides, fosse em aula ou apresentação de trabalhos de outros alunos. Quando solicitei que as aulas fossem gravadas, de pronto fui atendido. Concluo o curso em novembro de 2021 e saio com mais conhecimento e experiência”, relata.

De acordo com o professor Henrique Leal, Gestor do polo, toda equipe docente se adaptou às necessidades do aluno, buscou entender de que forma poderia ajudá-lo, desde o seu processo de locomoção dentro do polo caso precisasse por algum motivo estar nas dependências, quanto às discussões para as aulas.

“Os professores buscaram capacitar-se para atender ao perfil do aluno. Foi nosso primeiro aluno com deficiência visual total. Antes tivemos um aluno cadeirante e toda nossa estrutura física atendia sua necessidade. O desafio foi o de oferecer as mesmas oportunidades e garantir a qualidade e excelência do ensino, que com primazia foi ofertado. O aluno também é muito dedicado ao estudo e nunca colocou a sua deficiência como uma barreira, toda a equipe do polo através desta experiência buscou melhores práticas para atender os portadores de necessidade especial”, completou.

Periodicamente o acadêmico Jailton Andrade promove cursos de Braile com o intuito de qualificar professores para atender alunos com deficiência visual. Com 40 horas de aulas certificadas, o curso é ministrado online por meio de videoconferência e tem a chancela da Associação de Cegos Semi-Árido Baiano – ACSB. Para mais informações  (75) 9 9974 9404.

 

*Matéria atualizada em  25.03, às  21h37.

Leia também:

Compartilhe: