V E S T I B U L A R UNIT
MENU

Unit promove feijoada solidária

Alunos do curso de gastronomia da Unit oferecem uma feijoada com objetivo de ajudar a Apase

às 16h45
Alunos servem aos convidados
Alunos servem aos convidados
Cententas de pessoas prestigiaram a Feijoada do Capazes
Alunos comemoram o sucesso da feijoada
Compartilhe:

A Associação de Empregados da Embrapa, localizada ao lado do Parque da Sementeira serviu de cenário para a realização na manhã do sábado, 25, da segunda edição da Feijoada do Capazes, uma iniciativa de alunos do 2º, 3º e 4º períodos do curso Gastronomia da Universidade Tiradentes com o objetivo de contribuir para a ação do Centro de Abordagem a pessoas Autistas do Estado de Sergipe – Apase.

Recompensada pelo apoio dos acadêmicos da Unit à causa do autista, a presidente da entidade Ana Paula Argolo reconhece o privilégio em contar com a parceria da instituição. “Esse é o segundo ano que estamos juntos e a iniciativa representa muito porque lutamos por uma causa ainda muito desconhecida pelas pessoas e que precisamos conscientizar. A feijoada marca o mês de abril que é o mês de conscientização do autismo, divulga o nosso trabalho como associação, o nosso Centro de Abordagem – Capazes e ainda tem o poder de confraternizar e permitir que encontremos com amigos”, explica a presidente da instituição.

A professora Kátia Viana de Souza, coordenadora do curso de Gastronomia diz que a oferta da feijoada pelo segundo ano consecutivo objetiva ajudar a Apase a construir sede própria para o melhor atendimento aos autistas. “Além da culinária os nossos alunos mostram a interdisciplinaridade, uma vez que neste evento trabalhamos com as disciplinas Nutrição e Química, Culinária Regional e Culinária Brasileira e demonstram o amor à causa”, pondera a professora Kátia.

Mesmo no 2º período a aluna Maria das Graças Santos Titoni revela que o evento extensionista tem um significado especial em sua vida acadêmica. “A gente fica muito feliz de estar fazendo esse trabalho. É uma chance que temos de proporcionar algo a mais para essas crianças”, comenta a mineira que já se diz familiarizada com a culinária nordestina.

Neuza Stahlschnidt Lima mãe de Thales Stahlschnidt, um jovem de 16 anos, autista reconhece a Unit como a maior parceira na Apase. “É na Unit que encontramos suporte para a realização de várias ações como é, por exemplo, a Feijoada numa demonstração de envolvimento solidário”, conclui.

Fotos – Marcelo Freitas

Compartilhe: