V E S T I B U L A R UNIT
MENU

Unit recebe alunos do ensino médio para simulações de julgamentos

As simulações no modelo da ONU têm o objetivo de orientar futuros profissionais de Direito na defesa dos interesses da sociedade.

às 16h21
Mais de 40 alunos se inscrevem para as simulações.
Mais de 40 alunos se inscrevem para as simulações.
A coordenação do curso de Direito da Universidade Tiradentes (Unit) promoveu uma série de simulações.
Compartilhe:

Nos dias 12 e 13 de novembro, a coordenação do curso de Direito da Universidade Tiradentes (Unit) promoveu uma série de simulações de julgamentos no modelo da Organização das Nações Unidas (ONU) com alunos do ensino médio. O encontro promoveu orientação profissional na área jurídica aos estudantes, além de apresentá-los à estrutura da universidade.

Segundo a coordenadora do curso no campus Unit Propriá, professora Samylle Oliveira, a preparação de futuros profissionais terá impacto positivo para a sociedade a longo prazo. “Nessas simulações, são tratados temas importantes e naturalmente ajudam a preparar aqueles que serão futuros profissionais para resolverem problemas reais. É realmente uma preparação, com a finalidade de que os alunos saibam argumentar e interpretar as informações e tenham postura profissional para sustentar seus argumentos”, disse. A partir disso, os estudantes desenvolvem competência e habilidades como argumentação, oratória e postura, que serão utilizadas futuramente em defesa dos direitos e interesses da sociedade.

Mais de 40 alunos se inscrevem para as simulações. “A finalidade das simulações da ONU é para que esses alunos conheçam a estrutura que é ofertada pela Unit para a prática forense, ou seja, é uma oportunidade que nós, coordenadores dos cursos de Direito, temos para explicar tudo o que oferecemos academicamente. Falar do projeto pedagógico do curso, do nosso corpo docente e projetos, como é também o Unit Moot Court”, concluiu Samylle.

Moot Court

O Projeto Unit Moot Court estimula acadêmicos da Unit para a simulação de julgamentos que desejem participar de competições simuladas dentro e fora do país. O objetivo é promover uma formação humanística, técnico-jurídica e prática, indispensável à adequada compreensão interdisciplinar e global do fenômeno jurídico e das transformações sociais.

 

Leia também: Projeto de Lei inclui terapia nutricional entre direitos dos autistas

Compartilhe: