V E S T I B U L A R UNIT
MENU

Unit treina alunos para combater focos do Aedes aegypti

População deve estar ciente para o combate dos focos de proliferação do mosquito

às 18h53
Mobilização acontece no fim de semana e chama a atenção das pessoas sobre os perigos que se escondem dentro das próprias casas
O coordenador de Extensão, professor Geraldo Calasans
O coordenador de Extensão, professor Geraldo Calasans
Alunos em treinamento para o combate do mosquito
Compartilhe:

Na manhã desse sábado, 12, a Coordenação de Extensão da Unit promove a partir das 8 horas, na Praça da Juventude, uma ação extensionista que tem como objetivo esclarecer a população do Conjunto Augusto Franco, e comunidades adjacentes, sobre cuidados básicos de prevenção e combate ao mosquito Aedes aegypti.

A campanha abraçada pelas coordenações dos cursos da área de Saúde da Unit e o curso de Engenharia Ambiental vem se somar às muitas outras campanhas de mobilização encabeçadas por órgãos de Saúde e meios de comunicação.

E para que tudo ocorra de maneira a sensibilizar a população para a gravidade do problema ocasionado pela transmissão de doenças como a dengue, a Zika  e Chikungunya, professores e alunos convocados para a campanha estiveram reunidos na noite desta segunda-feira, no auditório do bloco G.

“O encontro é para alinhar com todos os participantes a forma como atenderemos a comunidade”, explica o coordenador de Extensão, professor Geraldo Calasans, lembrando que o papel da extensão é o de estar atuando na comunidade.

Ao falar para os alunos que participam da ação no próximo sábado, o professor da disciplina Habilidades Médicas do curso de Medicina, Mauro Muniz Bezerra, destacou que as ações educativas são importantes porque objetivam informar à população como fazer para prevenir doenças e, principalmente, combater a proliferação do mosquito.

Durante o treinamento dos alunos, que contou também com a presença da coordenadora do programa de combate à dengue da Secretaria Municipal de Saúde, Thayse Cavalcante, discorrendo sobre as formas de prevenção dos criadouros do mosquito, a coordenadora do curso de Enfermagem, professora Maria Pureza Ramos de Santa Rosa, lembrou que a Unit tem feito diversas ações no sentido de sensibilizar os acadêmicos de todos os cursos para que incorporem o exército de combatentes do Aedes aegypti.

Não adianta trabalharmos com vacinas contra doenças com a dengue se não trabalharmos diretamente na raiz do problema que é, através da prevenção, combater o foco dos criadouros”, complementa a coordenadora-adjunta do curso de Enfermagem, professora Manuela de Carvalho Vieira Martins.

ENFERMAGEM1

Compartilhe: