V E S T I B U L A R UNIT
MENU

Entenda como são feitas as avaliações no EAD

Professora do curso híbrido da Universidade Tiradentes esclarece as principais dúvidas

às 15h11
Professora da Unit EAD de Paulo Afonso, Carla Leite
Professora da Unit EAD de Paulo Afonso, Carla Leite
Compartilhe:

A Educação a Distância (EAD) vem revolucionando o ensino, principalmente por ser uma modalidade de ensino que entrega praticidade e flexibilidade para os alunos. No entanto, muitos estudantes têm dúvidas acerca do funcionamento das avaliações e atividades obrigatórias no EAD. Se você é um desses estudantes, não se preocupe! todas as dúvidas acerca desse assunto serão explicadas. 

EAD e as avaliações 

É fato que a pandemia mudou a rotina da maioria dos estudantes, já que tudo relacionado ao ensino passou a ser feito remotamente. Porém, essa não é mais uma realidade, já que aos poucos as atividades normais estão sendo retomadas. Por isso, é importante ressaltar que mesmo o aluno fazendo uma graduação na modalidade EAD, alguns cursos exigem que as avaliações e atividades sejam realizadas presencialmente junto ao professor tutor. 

Esse é o caso do curso híbrido de Estética e Cosmética da Universidade Tiradentes (Unit) do polo EAD de Paulo Afonso. A professora Carla Leite explica que as avaliações são realizadas presencialmente a cada três meses. “As avaliações acontecem de forma presencial no polo. O aluno faz a avaliação com a presença de um professor tutor em sala de aula e as avaliações tem duração de 1 hora e 20 minutos. Essas avaliações chegam até o polo lacradas e só são abertas em sala de aula pelo tutor e com a presença dos alunos como testemunhas. Da mesma forma são devolvidas (lacradas e assinadas)”, afirma. 

No entanto, apesar das provas do curso serem realizadas presencialmente, a professora explica que o aluno do EAD é diferente do aluno do presencial. “O aluno EAD tem liberdade de escolher seu horário de estudo e o local, enquanto que o aluno presencial tem um comprometimento com os horários e a sala de aula.  O EAD permite ao aluno maior mobilidade e menos custo. Já no presencial, o aluno precisa estar no polo quase todos os dias e o gasto é maior. Mas ambas modalidades exigem dos alunos compromisso e interesse em estudar!”, infere. 

Os alunos do curso usufruem de uma infraestrutura moderna e contam com metodologias ativas que os ajudam nas avaliações. “No Curso híbrido, o aluno tem contato comigo três vezes na semana e vídeo aulas disponibilidades dias antes do nosso encontro presencial, para que eles estudem o conteúdo antes das aulas presenciais. Nesses três dias de tutoria presencial, o aluno estuda atividades que são avaliadas presencialmente, além de participar de seminários, discussões em grupo, estudos de caso e aulas práticas para os cursos da área da saúde”, conta a professora.

Por ser um curso da área da saúde, os alunos têm provas práticas também avaliadas em laboratório de aula prática. “Essas avaliações também ocorrem a cada 3 meses, mas toda semana temos um conteúdo novo para estudar e, consequentemente, atividades novas para serem resolvidas e avaliadas. O curso híbrido, assim como qualquer outra modalidade, também exige do aluno muito comprometimento e interesse no estudo”, pontua. 

E o comprometimento é a chave para o sucesso acadêmico e o passaporte para uma jornada de trabalho de sucesso. “A dica que dou é que o estudo é o principal caminho. Os alunos têm materiais de sobra para estudo, então é se dedicar, assistir vídeo aulas (importantíssimo), responder as atividades que são passadas, estudar todo o conteúdo disponível para eles na unidade de aprendizagem e aproveitar a presença do tutor para tirar todas suas dúvidas. E assim, com certeza, fará uma excelente prova”, finaliza. 

Leia também: Metaverso e EAD: o futuro já está aqui

Compartilhe: