V E S T I B U L A R UNIT
MENU

Entenda porque investir no segmento educacional é tão vantajoso

Consultor comercial do EAD explica quais são as vantagens do empreendedorismo educacional e dá dicas para quem quer empreender no segmento da educação

às 15h16
Compartilhe:

Muitos empresários passaram a ver na educação uma possibilidade de investimento. Para muitos, esse mercado tem sido uma forma de expandir os horizontes, uma vez que gera recorrência e rentabilidade muito atrativa. Segundo um levantamento feito pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) em 2019, enquanto o total de empresas ativas no país tinha queda de 6,73% em quatro anos, as do segmento educacional tinham como crescimento 37,5%. 

Quando se olha para o segmento da Educação a Distância (EAD), os números se tornam ainda mais positivos. De acordo com o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (INEP), no período de 2014 a 2019, foi registrado um aumento total de 119% nas matrículas no EAD. 

Em geral, investir no mercado de parcerias é muito mais seguro em comparação com outros tipos de negócio. Além de ser mais segura também é mais rentável segundo a Associação Brasileira de Franchising (ABF), que diz que o setor de educação é responsável por movimentar R$134 bilhões ao ano. 

“Empreender na educação tem apresentado grande potencial de crescimento no Brasil. A formação é essencial para o desenvolvimento da vida profissional. Além disso, existe uma alta procura por emprego. Por conta disso, os polos educacionais contam com grande demanda em território nacional”, pontua o consultor de expansão comercial EAD da Universidade Tiradentes (Unit), Alisson Pinto.

Mesmo no EAD, o qual os conteúdos são mediados de forma online, o Ministério da Educação (MEC) exige que as universidades tenham um polo EAD à disposição do aluno. “A intenção é tornar mais próximo o contato entre o estudante e a instituição, como forma de complementar as atividades desenvolvidas no meio virtual”, destaca.

Polo parceiro EAD

O consultor conta que assim como todo negócio, o primeiro passo de como se tornar um polo EAD consiste em fazer um planejamento sólido e bem estruturado que leve em consideração as particularidades do mercado, as vantagens do modelo de negócio e os principais concorrentes. 

Trata-se de uma unidade operacional que dará todo o apoio que os graduandos necessitam, seja na realização das atividades presenciais, seja na resolução de questões administrativas com as secretarias dos cursos. É como se o polo representasse um ponto de referência para os alunos, que poderão trocar novas experiências a cada encontro.

“De um certo ponto de vista nosso modelo de parceria se parece sim com o de uma franquia tradicional, afinal, nosso parceiro se utiliza de nossa marca, nossos serviços e modelos de gestão. Outras questões que nos assemelham às franquias tradicionais são a segurança em empreender numa empresa com expertise e o reconhecimento de mercado e a expansão de novos pontos de captação e da nossa maneira de gerir, operar e divulgar nossos serviços”, explica Alisson como funciona o modelo.

Mesmo sendo uma modalidade a distância, é preciso deixar claro que nem tudo é virtual no EAD. “Existem diversas instituições renomadas que oferecem graduações a distância. No entanto, uma parte da carga horária total do curso deve corresponder a tarefas presenciais. Essa é uma exigência do MEC, que está regulamentada no Decreto nº 9.057/2017 De qualquer modo, a maior parte do curso será realizada de forma online, por meio de videoaulas, exercícios online e discussões em fóruns virtuais”, ressaltou.

Dicas para investir no setor educacional

Estudar modelos de negócio, ter as informações necessárias, tirar dúvidas, conhecer presencialmente um negócio educacional no setor requerido e listar os diferenciais que deseja oferecer são alguns pontos que devem ser levados em consideração antes de investir nesse setor, entretanto é possível ir além. O consultor comercial destaca algumas dicas importantes, confira:

  • Invista em estratégias de marketing e vendas para envolver o público-alvo do espaço e chamar a atenção de potenciais parceiros, garantindo a sustentabilidade do negócio a médio e longo prazo
  • Suporte próximo e humanizado
  • Treine seus colabores com as tendências do mercado
  • Auxilie no processo de engajar e motivar alunos para um melhor aproveitamento. 
  • Foco na captação, retenção de alunos e diminuir inadimplência

Leia também: Unit marca presença no 17º Seminário de Educação a Distância

Compartilhe: