V E S T I B U L A R UNIT
MENU

Fatores que aumentaram a adesão ao ensino a distância

Avanço das tecnologias, flexibilidade e autonomia foram os principais contribuintes do crescimento do EAD no país

às 13h36
Foto: Freepik
Foto: Freepik
Compartilhe:

Ter a possibilidade de estudar onde e quando quiser, no horário que escolher e no ritmo que decidir é uma das vantagens que a modalidade de Ensino a Distância (EAD) oferece, mas, apesar disso, é necessário que o estudante tenha comprometimento, foco e disciplina, pois dessa forma ele será capaz de absorver o conteúdo e realizar todas as tarefas de forma positiva.

Mas não é somente a autonomia que faz o EAD ser um grande sucesso e ter cada vez mais adesão entre os estudantes, existem diversos fatores que contribuíram para esse crescimento, principalmente no Brasil, confira alguns deles:

Modelo inclusivo

O formato de ensino a distância é capaz de chegar a localidades bem remotas do país e proporcionar a inclusão de pessoas com idades mais avançadas que por algum motivo postergaram o sonho de ter o diploma de ensino superior. Ou seja, é uma modalidade que atende a todas as idades e possibilita que o aluno estude e aprenda no seu próprio ritmo.

Investimento em tecnologia

Mesmo o ensino sendo a distância, é necessário a criação de polos de apoio presencial para atender os alunos pelo menos uma vez por semana. A Universidade Tiradentes (Unit), por exemplo, tem investido pesado nesse aspecto. Os polos da Unit oferecem chromebooks para os alunos que não tem acesso a internet e uma biblioteca com estrutura, qualidade e conforto para quem não tem local adequado para estudar. Além disso, o Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA), é uma excelente plataforma que está em constante evolução, sendo atualizado e atendendo as demandas atuais. 

Quebra de paradigmas

O EAD quebrou o paradigma de que para a educação ser de qualidade ela precisa ser necessariamente presencial. Muitos cursos são mais bem conceituados na modalidade EAD do que na presencial. Os graduados em EAD tiveram, em média, 6,7 pontos a mais no resultado final do Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (Enade), na comparação com os resultados dos alunos oriundos de cursos presenciais.  

Economia de tempo e dinheiro

Por se tratar de cursos com valores mais razoáveis que os presenciais, a expansão do EAD no Brasil teve grande influência no fator econômico, já que é um formato acessível a uma parte da população que teria limitações financeiras e, por isso, se tornou uma melhor opção para muitos. Além das mensalidades menores, economia em aspectos como transporte e alimentação também influenciaram nas decisões, assim como o ganho em tempo e versatilidade de estudar no melhor horário.

O aluno como protagonista do aprendizado

Dar mais autonomia ao aluno é um importante fator para aumentar o interesse em frequentar EAD. Nesse aspecto, a metodologia acaba possibilitando que o aluno assuma responsabilidades e, assim, preparando-o para os desafios profissionais e pessoais que se apresentarão. A responsabilização do aluno fez parte de uma mudança de mentalidade em estudantes que usam esse recurso de aprendizado e assim manter maior interesse no EAD de parte dos estudantes.

Educação a distância na Unit

Com essa alta adesão e expansão do ensino a distância entre os alunos, se tornou indiscutível e de grande projeção para o futuro. Entretanto, é fundamental apostar em uma universidade que seja de alta qualidade para que a experiência do aluno seja a melhor possível. Além da vasta variedade de cursos disponíveis nas mais diversas áreas.

Acesse o site e escolha a sua graduação. Não deixe para amanhã o curso que você pode fazer hoje. Seja já um aluno da Unit EAD!

Leia também: Tutoria de relacionamento para alunos do EAD: saiba como funciona

Compartilhe: