V E S T I B U L A R UNIT
MENU

Tecnologia da Informação e o mercado que cresce a cada dia

Para acompanhar as mudanças tecnológicas, as profissões de Tecnologia da Informação ganham mais destaque e valorização.

às 19h32
Compartilhe:

Os cursos tecnológicos estão ganhando cada vez mais espaço nas Instituições de Ensino Superior (IES), isso porque trata-se de uma modalidade de graduação que tem até três anos de duração, formando profissionais para nichos específicos no mercado de trabalho, além disso, eles podem ser realizados por meio da Educação a Distância (EAD).

De acordo com o coordenador dos cursos de Tecnologia da Informação da Universidade Tiradentes (Unit), Ricardo Porto, graças a tecnologia, o EAD tornou-se uma oportunidade de desenvolvimento para muitas pessoas, pois exige um investimento financeiro mais baixo e proporciona maior flexibilidade de tempo. Além disso, cada vez mais a educação a distância é reconhecida pelo mercado e empregadores. 

Por se tratar de cursos com uma duração menor, as aulas focam mais na prática, preparando o aluno para solucionar problemas que fazem parte do dia a dia corporativo, nas linhas de produção das fábricas e também nas áreas de tecnologia, em que exige cada vez mais profissionais qualificados para atender as demandas atuais. “O mercado, principalmente depois da pandemia do Covid-19, está carente de profissionais na área de TI. Desta forma a procura por cursos nesta área está em crescimento”, conta o coordenador.

Os principais cursos tecnológicos na área da Tecnologia de Informação, segundo o coordenador são:

  • Gestão da Tecnologia da Informação: O profissional da área é responsável por planejar atividades, gerenciar projetos e operação de serviços de tecnologia da informação, administrando as demandas e garantindo a segurança da informação. “Além disso, tem o dever de identificar oportunidades de aplicação de TI, prospectando soluções tecnológicas”, explica Ricardo.
  • Sistemas para Internet: Neste curso os estudantes aprendem as competências para desenvolver, gerir e manter sites, portais, aplicativos, plataformas, entre outras soluções digitais.
  • Jogos Digitais: Neste curso o estudante aprende a criar, projetar, testar e implantar jogos digitais de gêneros diversos em plataformas computacionais. “Torna-se apto para gerenciar projetos de jogos digitais, avaliar, selecionar e utilizar tecnologias e ferramentas para seu desenvolvimento”, infere.

Os cursos de bacharelado em Sistemas de Informação e Ciências da Computação, a exemplo dos cursos tecnológicos mencionados, também estão em evidência, sendo eles:

  • Ciência da Computação: o principal objetivo do curso de Ciência da Computação é formar profissionais capacitados para trabalhar com as tecnologias da informação, onde poderá atuar através do desenvolvimento e instalação de sistemas de computador e aplicativos, além de gerenciamento de banco de dados.
  • Sistemas de Informação:ocurso de Bacharelado em Sistemas de Informação tem por objetivo formar profissionais capazes de analisar problemas reais; conceber, planejar, desenvolver e gerenciar soluções computacionais adequados ao contexto tecnológico, considerando os aspectos organizacionais e humanos, fundamentados em sólidos conhecimentos de computação.

Essa área também chama a atenção pelos seus salários promissores que podem chegar até 11 mil reais conforme o porte da empresa e o nível (Trainee, Júnior, Pleno, Sênior e Master) do profissional, confira: 

  • Análise e Desenvolvimento de Sistemas (entre R$ 2.500,00 e R$ 7.902,00)
  • Gestão de Tecnologia da Informação (Média salarial : 8.628,00)
  • Sistemas para Internet (Média salarial: R$ 5.768,00)
  • Jogos digitais (Média salarial: 9.500,00)
  • Ciência da Computação (entre R$ 3.500,00 e R$ 11.942,00)
  • Sistemas de Informação (entre R$ 3.000,00 e R$ 9.276,00)

“Com o crescimento do home office, hoje temos muitos profissionais residindo em Sergipe prestando serviço para empresas de outros estados, principalmente da região sudeste”, destacou o coordenador.

Leia também: Conheça alguns cursos EAD que estarão em alta em 2023

Compartilhe: