V E S T I B U L A R UNIT
MENU

Metodologias ativas no ensino a distância

A prática está cada vez mais presente nos cursos de ensino a distância da Unit. O curso de Administração está proporcionando essa experiência aos alunos

às 20h08
Ensinar vai além do óbvio. Pensando em aproximar os alunos à realidade do que encontrarão no mercado de trabalho, o curso de Administração da Universidade Tiradentes Ensino a Distância – Unit EAD – trouxe a oportunidade de os alunos terem contato com metodologias ativas em sala de aula, isto é, aprendizagem combinada a atividades, desafios e informações contextualizadas.
Professores Paulo César e Sara Julianne, precursores com metodologias ativas no curso de Administração Unit EAD
Professores Paulo César e Sara Julianne, precursores com metodologias ativas no curso de Administração Unit EAD
Metodologia ativa busca associar a teoria à prática
Alunos na disciplina Teoria Geral da Administração usando paper craft
Alunos na disciplina Teoria Geral da Administração este semestre
Alunos da disciplina Matemática Financeira em 2016/2 de Aracaju
Alunos da disciplina Matemática Financeira em 2016/2 de Itabaiana
Compartilhe:

O professor da disciplina Teoria Geral da Administração, Paulo Cesar Barbosa escolheu o paper craft para associar aos princípios da administração científica e a condução está em fase experimental, segundo ele.

“Está sendo aplicada nesse momento com os tutores, vamos para o terceiro encontro e por isso que não temos ainda a avaliação do resultado, mas essa disciplina na verdade é fundamentada na evolução da Administração e teve um momento que ficou conhecido como Administração Científica, por Frederick Taylor, que criou a metodologia para trabalhar a padronização do trabalho no foco de nivelar as operações”, informa professor Paulo César.

Ele explica que, na prática, consiste na montagem de um carro impresso em papel, para que os alunos montem um protótipo. Em equipes, eles têm que seguir os passos da metodologia de Taylor, guiada pelos princípios do planejamento e preparo. “Pedi para filmarem cada etapa, como se organizam no espaço e vivenciam a experiência de cada processo. Vão ter que definir suas tarefas, sem ninguém ajudar o outro, pois cada um tem seu papel e depois executarão, controlarão e avaliarão o que fizeram”, assegura Paulo César. A avaliação será feita em conjunto com o tutor de cada polo.

Aprendizagem

O foco não está no produto final, mas a evidência dos princípios teóricos na atividade, praticamente simulando o que encontrariam em uma corporação. “A ideia é mostrar para eles como as teorias fundamentaram vários procedimentos que temos em várias empresas hoje e que muitas vezes passam despercebidos. Eles leem os princípios e muitas vezes não têm ideia de como se dá o planejamento, por exemplo. Espero que possam identificar e compreender todo contexto teórico como se dá na prática de um dia a dia da empresa”, afirma professor Paulo César.

De acordo com a coordenadora dos Cursos de Administração e de Gestão Pública a Distância, professora Danielle Thais Leite, não basta ler, é preciso experimentar. “As metodologias precisam acompanhar os objetivos pretendidos. Se queremos que os alunos sejam proativos, devemos adotar metodologias em que eles se envolvam em atividades cada vez mais complexas, em que tenham que tomar decisões e avaliar os resultados, com apoio de materiais relevantes”, explica.

Para ela, o resultado da experiência é demonstrar ao aluno que aprender pode ser muito mais interessante quando a construção da aprendizagem relaciona a teoria e a prática fazendo uso de metodologias ativas. “É a possibilidade de desenvolver habilidades e competências por meio da Produção da Aprendizagem Significativa em consonância com o Projeto Pedagógico de curso”, completa a coordenadora Danielle Thais.

Capacitação

Os professores foram capacitados em 2016 e segundo a coordenadora Danielle Thais, o diferencial está no fato de a disciplina ser mais densa e a distância. “Todos os docentes estão envolvidos neste processo até hoje. Inicialmente foi um desafio e hoje estamos colhendo os frutos. Os alunos estão aprovando e temos percebido um maior engajamento por parte deles também”, avalia.

Experiência

Após a capacitação do corpo docente EAD, a professora Sara Julianne Ribeiro introduziu metodologia ativa no curso de Administração na disciplina Matemática Financeira que lecionou no segundo semestre de 2016.

“Dentre as avaliações realizadas no EAD, utilizei a metodologia ativa na Produção da Aprendizagem Significativa – PAS – que compõe parte da nota final do aluno. Para isso, usei a ferramenta Socrative que permite diversos tipos de atividades online e por conta do perfil do grupo, optei pela ‘avaliação’, que funcionava como uma enquete disponível para o aluno numa data e hora previamente agendada. Para participar, o aluno poderia utilizar o celular, notebook, tablet ou computador e ia respondendo às questões em grupo”, relembra professora Sara Julianne.

Segundo ela, os alunos aprovaram a metodologia pelo estímulo à troca de informação e contato com os colegas e tutores. “A possibilidade de usar o celular em sala de aula chama a atenção deles e também por ter tido o formato como se fosse uma enquete, tira o estigma de avaliação e isso fez com que eles se estimulassem”, complementa Sara.

Compartilhe: