V E S T I B U L A R UNIT
MENU

CPB ministra cursos de habilitação técnica em parceria com a Unit

Após as competições do final de semana, o Comitê Paralímpico Brasileiro realiza cursos de habilitação técnica para alunos e profissionais na Unit

às 21h49
Coordenador de Educação Paralímpica do CPB, Luís Cavali, durante curso
Coordenador de Educação Paralímpica do CPB, Luís Cavali, durante curso
Alunos e profissionais em Educação Física participam dos cursos
Cursos acontecem até dia 28
Compartilhe:

Por Denise Gomes e Raquel Passos

Após a realização da etapa Norte-Nordeste do Circuito Brasil Loterias Caixa 2018, coordenadores do Comitê Paralímpico Brasileiro – CPB –, em parceria com a Universidade Tiradentes – Unit –, ministram cursos de habilitação técnica nível I em três modalidades: atletismo, natação e halterofilismo. As aulas acontecem de 25 a 28 de março no campus Unit Farolândia.

O objetivo é formar técnicos habilitados para atuar em campeonatos chancelados pelo comitê em níveis regionais e nacionais. De acordo com o coordenador de Educação Paralímpica, Luís Cavali, estes cursos são os que o Comitê desenvolve na formação de técnicos nas modalidades. “Muitos dos participantes já trabalham com esporte paralímpico, mas agora estão tendo uma base teórica para se qualifiquem, aprimorando os conhecimentos teóricos e práticos, melhorando suas atividades junto a seus clubes. Cada um dos cursos teve uma parte geral que foi realizada no domingo e na segunda-feira pela manhã, já à tarde, foram divididos por turmas (de atletismo, natação e halterofilismo) com professores especializados em cada modalidade”, destacou Luís Cavali.

A iniciativa atraiu profissionais de Sergipe e outros estados a exemplo do professor de natação, David Xavier, que é de Fortaleza, no Ceará. “Trabalho com pessoas com deficiência e acredito que essa seja uma capacitação diferenciada, pois é ministrada pelos profissionais do próprio Comitê Paralímpico Brasileiro e isso nos direciona a continuar realizando um trabalho diferenciado. Estou no melhor lugar que poderia estar e sairei daqui com uma visão muito mais ampla sobre a natação paraolímpica”, afirmou.

“Já atuo como professora de natação em Aracaju, mas senti a necessidade de me capacitar e ter esse diferencial, pois poucos profissionais possuem essa qualificação e pretendo futuramente me tornar uma técnica, esse é meu grande objetivo. Através do curso estarei apta a estender minhas aulas a pessoas com deficiência e hoje sabemos que quem não se qualifica, fica literalmente para trás no mercado de trabalho”, enfatizou Josy Adriana Santos, recém-formada em Educação Física.

Cursos

Os cursos compõem uma capacitação diferenciada aos profissionais de Educação Física. “Para trazer esses atletas para competições regionais e nacionais chanceladas pelo CPB, eles precisam ter uma titulação. Promovemos várias atualizações para que eles conheçam o esporte paraolímpico e em especial na natação procuramos trazer um conhecimento específico. O objetivo é que eles apliquem esses conhecimentos para melhorar o rendimento de seus atletas nas competições regionais e nacionais”, afirmou o técnico nacional do CPB Fabiano Quirino.

A oportunidade de aprofundar os conhecimentos sobre os esportes paralímpicos atraiu recém-formados que fizeram questão de acompanhar as competições na Vila Olímpica durante o fim de semana. “Para nós esse curso é uma ótima oportunidade para conhecermos mais sobre o mundo dos esportes paralímpicos e que infelizmente ainda hoje não é muito trabalhado. Pude ver de perto as disputas durante o Norte-Nordeste que aconteceu aqui na Unit e foi maravilhoso”, disse o recém formado André Felipe dos Santos.

Compartilhe: