V E S T I B U L A R UNIT
MENU

Alunos de Farmácia conquistam CAP

Representados pelo acadêmico Carlos Eduardo Santana, alunos do curso ganham Concurso de Aconselhamento ao Paciente realizado no Rio Grande do Norte.

às 13h35
Compartilhe:
Alunos de Farmácia vencem Concurso de Aconselhamento ao Paciente em evento regional

Alunos de Farmácia vencem Concurso de Aconselhamento ao Paciente em evento regional

Mostrar que estar bem preparado para o mercado profissional não significa demonstrar as habilidades apenas após a formação. Prova disto foi o prêmio que o grupo de estudantes, do 4º período do curso de Farmácia da Universidade Tiradentes, formado por Ana Carla Ribeiro, Anne Caroline Menezes Santos, Larissa Santos de Jesus e Carlos Eduardo de Oliveira Santana, conquistou no Concurso de Aconselhamento ao Paciente – CAP –  durante o Encontro Regional de Estudantes de Farmácia – EREF –, realizado em maio deste ano na cidade de Natal, Rio Grande do Norte.

O concurso é dividido em duas etapas e foi criado para estimular o pensamento dos participantes em torno da ideia da assistência farmacêutica privilegiando as ações clínicas do profissional. Primeiro, os alunos tiveram que resolver dois casos clínicos. Em um segundo momento, representar o papel de um farmacêutico em uma situação simulada pela organização do evento. Nesta etapa, o atendimento ao paciente é filmado para ser analisado posteriormente por um farmacêutico especialista. A avaliação feita pelo profissional incluiu observações sobre a resolução do caso, o atendimento prestado e a coerência do raciocínio clínico farmacêutico.

“A experiência foi ótima. Foi bem válida para mostrar que a universidade não está preocupada apenas com o farmacêutico de dispensação, mas enfatiza a questão do farmacêutico humanista”, ressalta Carlos Eduardo. Ele representou a equipe na segunda etapa do concurso. “A responsabilidade foi grande e fiquei nervoso, mas estudamos muito e conseguimos bastante informação sobre os assuntos. Foi muito gratificante”, avalia.

Os estudantes acreditam que a participação no concurso foi uma oportunidade de mostrar o aprendizado adquirido na academia. “A maioria dos nossos professores são farmacêuticos e nos informam sobre a importância da humanização na profissão. Isso nos dá uma base”, reforça Anne Caroline.

Os alunos ganharam certificados e um livro autografado pelo farmacêutico e bioquímico de referência nacional Tarcísio José Palhano. De acordo com a coordenadora do curso de Farmácia, Ana Paula Belizário, o resultado representa uma conquista de todo o grupo. “É um motivo de orgulho para toda a equipe. Estes alunos demonstraram que os objetivos do ensino/aprendizagem estimulados e desenvolvidos no curso estão integrados as suas ações, sinalizando para um futuro profissional constituído por habilidades e competências indispensável para o cotidiano do sistema de atenção a saúde. O aluno precisa estar bem preparado do ponto de vista técnico, científico e também nos aspectos relativos à comunicação humana. Neste contexto se identifica a necessidade inerente das atividades farmacêuticas em prol da saúde da população”, analisa a coordenadora.

Foto: Marcelo Freitas

Compartilhe: