V E S T I B U L A R UNIT
MENU

Alunos de Farmácia realizam a 2ª Feira de Fitoterápicos 

Os alunos do curso de Farmácia apresentaram ervas medicinais e ensinaram a maneira correta de preparar chás e infusões 

às 20h54
Alunos do curso de Farmácia
Alunos do curso de Farmácia
Ervas medicinais
Compartilhe:

Com o intuito de apresentar alternativas sustentáveis e de fácil acesso, os alunos do curso de Farmácia da Universidade Tiradentes (Unit) realizaram a 2ª Feira de Fitoterápicos. A iniciativa, executada a partir do estágio de Fitoterapia no Núcleo de Fitoterápicos, ocorreu nesta quarta-feira, 16, no minishopping do Campus Aracaju Farolândia.   

A coordenadora do curso de Farmácia, professora Cinthia Meireles, explica que a Feira faz parte das atividades integrativas e complementares desenvolvidas pelos estudantes. “No Núcleo de Fitoterápicos, os alunos aprendem o uso de ervas medicinais, a infusão de ervas e o modo correto de preparar chás, além de identificar as espécies da plantas e as funções delas no organismo. Eles também aprendem a extrair os componentes para o preparo de manipulados”, diz.

Os estudantes do Núcleo têm acesso ao projeto Farmácia Viva. “Existem três níveis. O primeiro é o horto de plantas medicinais, onde é realizado o cultivo das plantas. No nível dois, trabalhamos com a erva seca, no preparo de chás. Já o nível três é a produção dos produtos extraídos das ervas, como loções e cosméticos”, destaca.

A estudante de Farmácia, Stephanny Almeida Santos, conta que os alunos se dividiram em dois grupos para organização da feira. “A Liga de Fitoterápicos (Lafito) junto com os alunos do estágio trouxeram para a feira as plantas medicinais cultivadas no Núcleo, apresentaram os cosméticos que estão sendo desenvolvidos a partir do extrato de ervas e também trouxeram mudas para serem doadas para que os visitantes iniciem o cultivo das ervas medicinais em casa”, conta.

“Trouxemos para serem apresentados na feira o passo a passo das formulações dos cosméticos que estamos produzindo. Cada equipe trabalhou com uma erva para criar produtos fitoterápicos que possam ser produzidos e de fácil acesso como o sabonete líquido facial de aloe vera, óvulo vaginal de hortelã com efeitos antifúngicos de tratamento contra a candidíase e a pomada de aroeira que tem efeitos cicatrizantes”, explica a aluna de farmácia, Fabiana de Almeida Santos.

Para o aluno de Gastronomia, Edmo Jorge Santana Santos, a Feira é uma excelente oportunidade de conhecer as ervas medicinais. “Geralmente as pessoas conhecem as ervas de forma desidratada ou em comprimido, o que não ajuda na hora de identificar a planta. É interessante que as pessoas aprendam sobre elas, porque pode ser que tenham essas plantas em casa e nem sabiam. E conhecendo melhor cada planta podem recorrer ao preparo de chás e de remédios naturais” ressalta.

 

Leia mais: Unit realiza Semana de Psicologia 2022

Compartilhe: