V E S T I B U L A R UNIT
MENU

Biomedicina realiza ação preventiva no Shopping Prêmio

Alunos de Biomedicina da Unit promovem ação de conscientização sobre sífilis no Shopping Prêmio com o objetivo de incentivar à população a se cuidar

às 22h55
Populares preocupados com a saúde fazem o teste rápido
Populares preocupados com a saúde fazem o teste rápido
Leonardo Messias de Matos Santos não se descuida e usa preservativo
Compartilhe:

Concludente de Biomedicina, Fabiana Cristina Pereira de Souza Nunes é uma das mais dinâmicas participantes da equipe de estudantes que participa nesta tarde e noite de quinta-feira, 25, de uma ação de prevenção, e detecção e combate à sífilis. A iniciativa, que aconteceu em uma das áreas do Shopping Prêmio, até as 22h, teve o objetivo comemorar o mês de combate à sífilis e alertar a população residente nos conjuntos do município de Socorro sobre a importância do teste rápido para a detecção da doença.

Trata-se de uma doença silenciosa que pode ser adquirida por meio de uma relação sexual sem o uso do preservativo, apresenta-se em três estágios, sendo mais fácil e menos doloroso o tratamento quando diagnosticada precocemente. “O curso de Biomedicina tomou a iniciativa de aplicar o teste como forma de chamar a atenção de que a população precisa se cuidar”, alerta Fabiana, lembrando que a execução do teste rápido para a detecção da doença reforça a ideia de que a prevenção é a melhor forma. “Feito o teste e detectado o problema, o paciente é encaminhado para uma unidade básica de saúde, onde será dado início ao tratamento”, complementa a acadêmica.

A professora de Imunologia, Plácia Barreto Prata Góes, responsável por acompanhar os alunos na ação, ressalta que o projeto extensionista integra o cronograma comemorativo aos 25 anos do curso. “Nesse sentido, as comemorações dos dias mundiais de saúde existentes no Brasil não ficaram esquecidos, fato que motivou o curso a integrar a programação do Dia Mundial da Sífilis, que ocorre nesta semana”, pondera. Ela lembra que quanto mais cedo for diagnosticada a doença, melhor será o tratamento do paciente: “Apesar de ter cura, a doença requer um tratamento longo e mais difícil”.

Sífilis

A sífilis pode se manifestar de três formas e a detecção da doença requer uma atenção especial por parte do paciente. No início ela aparece apenas como uma lesão na região genital com autocicatrização, levando muitas vezes o paciente a nem se dar conta do que ocorre. Num segundo momento, a sífilis secundária começa a se manifestar por meio de manchas na pele (em qualquer parte do corpo), que também pode simular um outro tipo de lesão de pele. Na fase terciária está a forma mais grave da doença, pois atinge o sistema nervoso.

Com apenas 20 anos e com vida sexual ativa, Leonardo Messias de Matos Santos não perdeu a oportunidade de conferir como está sua saúde em relação à doença. “Apesar de apreensivo, sabia que o resultado atestaria minha saúde. Afinal, só tenho relações com camisinha”, diz ele.

Compartilhe: