V E S T I B U L A R UNIT
MENU

'Café com RH' discute cultura e inovação na organização

A última edição foi realizada na Arena Interna do Tiradentes Innovation Center

às 14h02
Compartilhe:

Um momento de reunir parceiros e agradecer. A Universidade Tiradentes, por meio do Unit Carreiras, realizou, na última quinta-feira, 03, a última edição do “Café do RH”. O evento foi realizado na Arena Interna do Tiradentes Innovation Center. 

O evento visa fortalecer o relacionamento entre empresas e a universidade, além de agregar novos parceiros e potencializar oportunidades de estágios e empregos aos acadêmicos e egressos. 

“Este é um momento de integração e de agradecimentos pelo ano, por tudo que vivemos ao longo do ano e de muita gratidão pela parceria conquistada. Todos os parceiros confiaram em nosso trabalho, disponibilizaram vagas e receberam os nossos talentos. O encontro tem um sabor especial, de gratidão, é um momento muito feliz, de celebração”, destaca Janaína Machado, gerente do Unit Carreiras do Grupo Tiradentes.

“A gente fecha o ano de forma positiva, principalmente neste momento de recuperação econômica. Obtivemos bons resultados e, isso só é possível, graças aos parceiros que acreditam no projeto, acreditam que a gente pode fazer diferença e recebem os alunos e egressos da Unit nas empresas”, acrescenta Janaína. Atualmente o Unit Carreiras conta com parceira de aproximadamente 600 empresas conveniadas. 

Além de ser um momento de integração, o “Café com RH” debate temas relevantes da área. No encontro, a doutora em Psicologia Social e especialista em Gestão Estratégica de Pessoas, a administradora Cristiane Barreto proferiu palestra sobre “Cultura e Inovação e suas implicações na liderança da organização”. 

“Quando pensamos em inovação, precisamos, e nem sempre isso está sendo dito, pensar antes em uma cultura de aprendizagem. Para uma cultura de inovação se fazer valer, necessitamos implementar uma cultura de aprendizado. Isto significa que esta cultura precisa permitir, entre outras coisas, o erro”, destaca Cristiane

“Quanto mais ficamos estagnados em estilos de liderança de comando e controle, menos inovação conseguiremos ter. A inovação tem um paralelo fundamental junto aos novos estilos de liderança. E assim, a gente pode ter estruturas inovadoras, no entanto, quem inova mesmo são as pessoas”, finaliza. 

Compartilhe: