V E S T I B U L A R UNIT
MENU

Calouros conhecem pesquisa sobre envelhecimento da população


às 22h26
Educador físico e fisioterapeuta, professor César é natural do Pará e ensina na Universidade Estadual
Educador físico e fisioterapeuta, professor César é natural do Pará e ensina na Universidade Estadual
Compartilhe:

A atuação de profissionais de saúde junto à população idosa foi tema de palestra do professor César Santos, pós-doutorando da Universidade Tiradentes do Programa Saúde e Ambiente. O debate fez parte da Semana de Integração dos Calouros e reuniu alunos e professores dos cursos de Saúde como Nutrição, Educação Física, Fisioterapia, Enfermagem, Medicina.

Educador físico e fisioterapeuta, professor César é natural do Pará e ensina na Universidade Estadual. Ele defende a interação dos profissionais no trabalho de promoção de qualidade de vida do idoso.

“Hoje, todos os profissionais envolvidos na área de saúde precisam saber a importância que é trabalhar com idoso. Daqui a seis anos, o Brasil será o sexto País do mundo em população idosa e existem poucos profissionais envolvidos na área. Daí a importância de trazer o debate para estudantes dos cursos de saúde. Também precisamos despertar para a importância do trabalho em equipe. Temos que trabalhar em conjunto, cada um em sua área”, afirmou.

Sobre o evento, César destacou a importância de se estimular a pesquisa e iniciação científica entre os acadêmicos. “Hoje, não temos centro especializados para idoso, uma Unidade Básica de Saúde só voltada para idoso. A pesquisa é necessária para a evolução do profissional. É muito importante o trabalho da Unit de estimular a pesquisa. Integro o pós-doutoramento em Saúde e Ambiente e a Universidade tem demonstrado uma grande capacidade de ensino. Fiquei maravilhado com o trabalho da Instituição, o ambiente entre os professores”, disse.

Professor do Programa Saúde e Ambiente, Estélio Dantas pontuou a credibilidade dos programas de mestrado e doutorado da Instituição. “Esse é o grande fator de diferenciação da Unit, que trabalha com ensino, pesquisa e extensão Se não explorarmos a pesquisa e extensão, ficamos na mesmice. Estamos procurando trabalhar justamente isso com o calouro. Temos recebidos diversos professores para fazer pós-doutoramento”.

Caloura do curso de Nutrição. Juliana Melo Costa aprovou a ação e disse que a palestra despertou a curiosidade pela pesquisa. “Achei muito interessante para gente aprender mais, entender os caminhos da pesquisa porque estou começando agora”.

Compartilhe: