V E S T I B U L A R UNIT
MENU

Certificação internacional: Unit recebe membros de entidade europeia

Representantes de universidades de cinco países ligadas à entidade europeia European University Association (EUA) avaliam Unit e voltarão a Aracaju em setembro

às 21h53
O assessor de projetos de internacionalização do Grupo Tiradentes, professor doutor José Fernandes de Lima, introduziu a reunião acompanhado por tradutor
O assessor de projetos de internacionalização do Grupo Tiradentes, professor doutor José Fernandes de Lima, introduziu a reunião acompanhado por tradutor
Reitor, superintendentes e diretores do Grupo Tiradentes ao lado das autoridades sergipanas e membros da entidade europeia
Autoridades sergipanas conversaram com membros da entidade europeia
Dentre os representantes da sociedade, estavam o prefeito de Aracaju, Edvaldo Nogueira; e o Deputado Federal Laércio Oliveira
Compartilhe:

Por Raquel Passos

Em busca da internacionalização, a Universidade Tiradentes – Unit – é a primeira instituição de ensino superior particular do Brasil a buscar a Certificação Europeia de Garantia da Qualidade do Ensino Superior, validada pela European University Association (EUA) – há 20 anos creditando a qualidade de universidades pelo mundo. Com esse intuito, nesta segunda-feira, 16, representantes de universidades de cinco países – Letônia, Bulgária, Inglaterra, Noruega e Portugal –, que compõem a entidade formada por reitores e ex-reitores de universidades europeias, estiveram em Aracaju, no campus Unit Farolândia.

Para o magnífico reitor da Unit, professor Jouberto Uchôa de Mendonça, esse processo representa um avanço que poderá equiparar a instituição de ensino superior sergipana às instituições europeias mundialmente reconhecidas. “Chegarmos ao nível de melhores universidades do mundo é motivo de orgulho. Não estamos preocupados em sermos a maior, mas a melhor universidade do Brasil. Estamos muito felizes em receber os representantes da EUA, pois têm compromisso com qualidade, são exigentes por excelência, e esse certificado vai proporcionar orgulho não somente aos alunos e egressos, mas aos colaboradores e professores por contribuírem em um processo tão relevante na nossa história”, considera professor Uchôa.

De acordo com o coordenador do grupo estrangeiro e professor da Universidade do Porto, José Cabral, esse é um processo que tem três etapas: autoavaliação, seguido de avaliação e finalizado com a recomendação. “Este é um programa que tem 20 anos, atua como um apoio para o desenvolvimento da universidade, pois estudamos e avaliamos suas pretensões para o futuro. Nossa equipe é multidisciplinar, composta por membros de cinco países que trazem experiências diversas de avaliação institucional universitária. Na prática, o que fazemos é sermos amigos críticos que ajudam a universidade a repensar alguns de seus processos e melhorá-los, em busca da excelência de ensino”, explica.

Ainda segundo o avaliador de origem portuguesa, com o relatório solicitado nesse primeiro momento, a comissão pôde entender como a Unit funciona e se organiza. “Na segunda visita do nosso grupo que acontecerá em setembro, poderemos fazer as primeiras recomendações em relação ao que se pretende para futuro da Unit. É um processo de autoavaliação, avaliação e recomendação, portanto, não se trata de uma norma”, informa José Cabral.

Certificação europeia

O assessor de projetos de internacionalização do Grupo Tiradentes, professor doutor José Fernandes de Lima, explica que a comitiva de representantes de universidades europeias, em visita ao campus Unit Farolândia, vai avaliar os procedimentos, e com essa avaliação, poderá emitir uma certificação internacional.

“Os representantes já conversaram com pró-reitores, alguns servidores, estudantes, e com representantes da sociedade. O objetivo dos encontros é entender a importância da universidade para o estado, como as entidades recebem os egressos da Unit, como a universidade interage com essas instituições a partir de convênios e prestação de serviços. A junção de todas essas informações irá permitir a emissão da certificação”, informa.

Nesta etapa, portanto, representantes da sociedade civil foram convidados a participar do encontro. Dentre eles, o prefeito de Aracaju, Edvaldo Nogueira. “Este é um momento muito importante para Aracaju, porque uma equipe da União Europeia vem certificar a Unit, valorizando o ensino da universidade, abrindo uma nova perspectiva da educação no estado de Sergipe. Nos dizeres de Gilberto Amado, digo que somos um estado pequeno, mas nossas mulheres e homens sergipanos sempre pensam alto; e a Unit, ao se colocar como a primeira universidade particular do Brasil a buscar uma certificação internacional, é motivo de orgulho para nossa cidade”, considera.

Internacionalização

Para o superintendente geral do Grupo Tiradentes em exercício, Saumineo Nascimento, a internacionalização da Universidade Tiradentes consolida o processo em andamento. “Esta certificação que buscamos é uma demonstração do processo de internacionalização que o Grupo Tiradentes vem realizando. Já inauguramos ano passado o Instituto Tiradentes, em Boston, nos Estados Unidos; atualmente há profissionais estrangeiros realizando estágio de pós-doutoramento na Unit e tudo isso faz com que aqueles que têm diploma da Unit ampliem seus saberes. Todo esse processo dá condições de o egresso da Unit ter capacidade de trocar ideias com profissionais do mundo inteiro, habilitando-o a trabalhar em qualquer lugar”, explica o superintendente geral.

Compartilhe: