V E S T I B U L A R UNIT
MENU

Cientistas estrangeiros ministram palestras na Unit

Eles participam da programação da Reunião Anual da Sociedade Brasileira de Psicologia

às 20h06
Compartilhe:
Debra Pepler fala sobre bullying

Debra Pepler fala sobre bullying

A Reunião Anual da Sociedade Brasileira de Psicologia – SBP – reúne cientistas estrangeiros na Universidade Tiradentes. Na tarde desta quinta-feira, 24 de outubro, o presidente da Associação Espanhola de Psicologia Comportamental, Gualberto Buela-Casal, e a professora cadetrática da Universidade de York, no Canadá, Debra Pepler, PhD com pesquisas envolvendo crianças em situações de risco, ministraram palestras nos auditórios do Bloco D, Campus Aracaju Farolândia da Unit.

Debra Pepler falou sobre bullying. “As crianças que praticam bullying aprenderam a usar o poder para serem agressivas e controlar o comportamento das outras crianças. E as que são vitimizadas, se sentem desamparadas nessa situação. Nos dois casos, as crianças precisam de ajuda, por isso, o bullying é um fenômeno que nós precisamos estudar, para poder ajuda-las”, diz Pepler.

Gualberto Buela-Casal aborda o tema depressão

Gualberto Buela-Casal aborda o tema depressão

A pesquisa coordenada pela PhD canadense mostrou que crianças autoras de bullying geralmente reproduzem a violência em outros estágios da vida. “Na adolescência, elas se envolvem com gangues violentas, depois são violentas no namoro, no casamento, com os filhos, praticam assédio sexual e de outros tipos no trabalho”, exemplifica a professora Debra.

Já o espanhol Gualberto Buela-Casal abordou o diagnóstico e avaliação da depressão. “A previsão da Organização Mundial da Saúde é de que, em 2002, a depressão se constitua a primeira causa de invalidez e a terceira causa de mortalidade no planeta, ao lado das doenças coronarianas e acidentes de trânsito”, alerta o presidente da Associação Espanhola de Psicologia Comportamental.

Buela-Casal também apresentou um estudo comparatido, realizado pela OMS entre os anos de 2001 e 2003, em 14 países da América, Europa, África e Ásia. De acordo com o estudo, a prevalência de transtornos mentais variava de 4,3% na China, para 26,4% nos EUA. “Provavelmente, nos países mais industrializados, o ritmo de vida mais acelerado provoca esses transtornos. Mas eu, particularmente, também acredito que o sistema de diagnóstico da China não é tão eficiente quanto nos Estados Unidos, portanto, esses índices não devem corresponder à realidade”, avalia o cientista espanhol.

Ludmila elogia palestras

Ludmila elogia palestras

Atenta às palestras, a aluna da Universidade Tiradentes Ludimila Santana, quarto período de Psicologia, elogia a Reunião Anual da SBP. “As palestras são muito boas, a programação muito rica, nos permite trocar experiências com profissionais e estudantes de outros lugares, isso é ótimo. Estou gostando muito”, diz. Assim como Ludimila, mais de 1.200 acadêmicos e profissionais da Psicologia participam do evento. Com 130 palestras, lançamento de 20 livros e 400 paineis, a Reunião prossegue até este sábado, 26 de outubro.

Compartilhe: