V E S T I B U L A R UNIT
MENU

Como fazer mobilidade acadêmica?

Estudantes regularmente matriculados nos cursos de graduação da Unit podem ter experiências em instituições de ensino de outros países

às 21h37
Compartilhe:

Já pensou em fazer uma graduação no exterior, vivenciando nova cultura, idioma e rotina? Na Universidade Tiradentes você pode! Com o Programa de Mobilidade Acadêmica (ProMAI), os estudantes regularmente matriculados nos cursos de graduação da Unit podem ter experiências em instituições de ensino de outros países.

Gerido pela Coordenação de Relações Internacionais do Grupo Tiradentes, o ProMAI proporciona que as disciplinas cursadas no exterior tenham as respectivas equivalências feitas de maneira gratuita quando couber e houver paridade com disciplinas do currículo ao qual o estudante está matriculado na IES de origem. Tudo isso já definido antes do embarque do estudante.

Quem opta pela experiência internacional não necessita trancar o curso e precisa ter conhecimentos básicos da língua do País escolhido para obter o melhor aproveitamento pessoal e acadêmico da sua experiência. O objetivo, além da experiência cultural e linguística, é obter o maior aproveitamento acadêmico possível. Por isso, assim que o aluno é selecionado para participar de quaisquer dos programas ofertados pelo Grupo Tiradentes, através da Coordenação de Relações Internacionais, deve pesquisar as disciplinas de interesse na universidade estrangeira, e procurar o coordenador do curso para que possam ser apontadas as disciplinas equivalentes para futuro aproveitamentos.

Entretanto, algumas IES já pedem um nível intermediário, ou até mesmo avançado, do idioma. Além disso, a maioria das IES de destino possui um centro de idiomas permitindo que o aluno estude a língua no local.

Imersão

De acordo levantamento da agência de classificação de risco Austin Rating, o Brasil deverá registrar, este ano, a 14ª maior taxa de desemprego do mundo, após ter ficado em 2020 na 22ª colocação em ranking mundial dos países com os piores patamares de desocupação. Diante desse cenário, se manter no mercado ou ser um profissional competitivo para vagas de trabalho no Brasil é um grande desafio. Além de curso superior, é preciso desenvolver habilidades e competências, como criatividade, liderança e gestão de pessoas, que são adquiridas além da sala de aula.

Essas competências podem ser desenvolvidas por meio da mobilidade acadêmica, já que estimula novos olhares e experiências.

Documentação

Para ingressar no Programa de Mobilidade Acadêmica, é necessário ter passaporte, documento essencial para identificação fora do nosso país. A escolha do curso ocorre de acordo com a disponibilidade de vagas definida semestralmente, sendo importante consultar a tabela de oferta de vagas por curso antes mesmo de escolher as opções de universidades.

Saiba mais aqui.

 

 

Compartilhe: