V E S T I B U L A R UNIT
MENU

Coordenadora recebe título de cidadania aracajuana

Professora Valéria Bonini, natural da cidade paulista de Araraquara, mora há mais de 17 anos em Aracaju e recebeu ontem, 06, tal honraria.

às 20h01
A coordenadora dos cursos de Comunicação Social – Jornalismo e Publicidade e Propaganda – da Universidade Tiradentes – Unit –, professora Valéria Bonini, foi condecorada na tarde desta terça-feira, 06, com o título de cidadã aracajuana.
Sessão solene aconteceu na Câmara Municipal de Aracaju (Foto: Luiz Dinarte)
Sessão solene aconteceu na Câmara Municipal de Aracaju (Foto: Luiz Dinarte)
Coordenadora dos cursos de Comunicação Social da Unit, Professora Valéria Bonini, recebe honraria da Câmara Municipal de Aracaju (Foto: Luiz Dinarte)
Professora Valéria Bonini entre os irmãos e seu companheiro Carlos Alberto Monteiro
Valéria Bonini ao lado de Carlos Alberto Monteiro (Foto: Luiz Dinarte)
Alunos prestigiaram momento (Foto: Luiz Dinarte)
Compartilhe:

Natural de Araraquara, cidade do interior de São Paulo, a homenageada já reside em Aracaju há 17 anos e cinco meses e participou da formação de cerca de três mil alunos. O inicio de sua trajetória foi com a faculdade de Belas Artes em São Paulo. Depois migrou para a Comunicação Visual na Universidade Estadual Paulista, em Bauru, e sempre envolvida com artes, ainda atuou como fotógrafa profissional por muitos anos até que alcançou as salas de aula em Aracaju.

O decreto legislativo nº 26/2016 é de autoria do vereador pastor Roberto Moraes que justifica tal honraria devido à vasta contribuição de Valéria perante a sociedade aracajuana, formando milhares de profissionais da Comunicação durante esse tempo que sempre esteve atuante na Unit.

“O título concede a uma cidadã que não nasceu em nossa cidade de ser nossa contemporânea e que pode considerar Aracaju como sua cidade natal oficialmente. Essa é a maior honraria que a Câmara Municipal de Aracaju pode dar a alguém que não tem feito mal a ninguém; pelo contrário, que tem contribuído para nosso bem-estar. Professora Valéria Bonini tem correspondido ao perfil do aracajuano por nutrir a vida com alegria e sabedoria”, considera o vereador pastor Roberto Moraes

Ser condecorada oficialmente como aracajuana é uma grata satisfação para a professora Valéria Bonini. “Minha história de vida em Aracaju se confunde com minha história profissional na Unit, inicialmente como professora e depois como coordenadora dos cursos de Comunicação Social. Vim morar em Aracaju por conta da oportunidade de emprego que vi ser anunciada no jornal Folha de São Paulo, o que coincidiu com meu desejo antigo de morar em cidade praiana. É um tempo de trabalho vivido”, coloca.

“O vereador Pastor Roberto Moraes foi meu aluno na disciplina de Fotografia e foi uma grande surpresa receber o título concedido por ele e foi quando me dei conta, confesso, que participei na formação de muitos alunos. Mais do que ensinar, a gente aprende”, afirma Bonini.

O médico Eduardo Henrique Bonini, irmão da professora homenageada, fez questão de estar presente na sessão solene. “Quando ela nasceu, eu tinha 14 anos e como cuidava muito dela, tenho uma forte ligação íntima e espiritual. Essa trajetória não me surpreende, confesso, porque a expansividade e amizade que ela tem com as pessoas sempre trouxe isso de bom para a Valéria. Ela é assim dentro da família também e por isso que vim de Araraquara para ver essa homenagem. É bastante merecida e tenho que agradecer principalmente aos aracajuanos por recebê-la tão bem”, comenta.

O advogado Carlos Alberto Monteiro, companheiro de Valéria, acredita ter sido uma homenagem merecida. “Valéria é muito dedicada em tudo o que faz e o título de cidadania aracajuana é o resultado de seu trabalho. Ela ficou muito feliz e satisfeita com a homenagem, que é extremamente importante porque ela escolheu Aracaju para viver e virar cidadã é um prêmio. Creio que ela seja merecedora, por mais que eu seja suspeito a falar”, conta.

Compartilhe: