V E S T I B U L A R UNIT
MENU

Dia do Pedagogo é comemorado com live

O encontro virtual debateu a temática "O pedagogo e a contação de histórias como instrumento de aprendizagem", com o professor convidado Danielson Silva Barreto

às 15h55
Compartilhe:

Em alusão ao Dia do Pedagogo, celebrado em 20 de maio, a Universidade Tiradentes — Unit, por meio do curso de Pedagogia na modalidade a distância, realizou um encontro virtual com a temática “O pedagogo e a contação de histórias como instrumento de aprendizagem”. A live foi apresentada pela coordenadora operacional do curso de Pedagogia EaD, professora Dra. Helena Tavares.

“A pedagogia é a arte de ensinar, a arte de encantar. Os pedagogos representam muito na formação dos seus alunos, já que não ficam apenas em sala de aula, mas perpassam por todos os ambientes. O pedagogo abraça todas as áreas: linguagem, matemática, ciências humanas e, inclusive, contação de histórias”, comenta o pedagogo e professor da Unit, Márcio Fidelis. 

“A contação de uma história é uma forma lúdica de transmissão que vai justamente possibilitar o estímulo à imaginação e auxiliar no desenvolvimento físico, cognitivo, socioemocional das crianças. Além disso, ela se destaca como uma importante aliada da educação infantil e dos anos iniciais do Ensino Fundamental”, acrescenta Fidelis.

A live contou com a participação do professor convidado Danielson Silva Barreto, pedagogo, escritor e especialista em literatura infantojuvenil. O pedagogo trabalha com o sujeito em diferentes fases em espaços escolares e não escolares e é membro da Academia Sergipana de Contadores de Histórias. 

“Há uma tríplice aliança que sempre falo que o contador de histórias precisa ter: oralidade, gestualidade e musicalidade”, salienta Danielson. O especialista abordou a importância da contação de histórias em qualquer espaço, respeitando o público que está assistindo e interagindo no momento vivido. “O poder da contação de histórias está na utilização da oratória, da gestualidade e da musicalidade para convencer, ensinar e fazer com que o aluno, ou qualquer ouvinte, seja protagonista. A palavra tem extremo poder”, destaca.  

“A contação de histórias atua sobre diferentes aspectos, como na concentração, na oratória, no respeito ao próximo e até no enriquecimento do vocabulário, porque, com a técnica, você ensina. Acredite, comece a prática, o pedagogo está ligado diretamente ao processo de ensino-aprendizagem”, finaliza Danielson Barreto.   

Compartilhe: