V E S T I B U L A R UNIT
MENU

Docente dirige filme sobre a Grota do Angico no sertão sergipano

A produção independente “Angico - de fora a fora”, filmada em Sergipe, teve sua estreia no último dia 23 e foi dirigida por docente da Unit.

às 18h52
Compartilhe:

Por Raquel Passos

Um novo olhar sobre a Grota do Angico é a proposta da produção independente, “Angico – de fora a fora”, que aborda histórias e memórias da região de Angico, localizada entre os municípios de Poço Redondo (SE) e Canindé do São Francisco (SE), região que ficou conhecida como o local onde o líder cangaceiro Virgulino Ferreira da Silva, Lampião, foi morto. O filme teve sua estreia no último dia 23, no drive in do Museu da Gente Sergipana.

Com direção da professora preceptora de estágios do curso de Comunicação Social da Universidade Tiradentes, Erna Barros, o filme fala da importância da Grota de Angico. “Com histórias narradas por pessoas que fazem parte daquele lugar, como pescadores, agricultores, catingueiros, líderes religiosos, guias turísticos e gestores do local. A produção é ainda um olhar atento acerca do passado e do presente daquela região, e um encontro através da cantiga, entre Sergipe e sua própria história”, explica Erna, natural do sertão de Alagoas.

O documentário, portanto, é um reflexo de sua história com o sertão nordestino que vai muito além de uma casual visita à Angico enquanto rota turística. “Resolvi fazer o documentário para contar um outro lado da história do Cangaço, da resistência de um dos movimentos mais significativos do Nordeste. Apresentei aos sergipanos o monumento nacional Grota do Angico, o MONA, uma unidade de conservação e preservação da caatinga, um bioma exclusivamente nordestino, que todos precisam conhecer”, afirma.

Mas sua relação com o audiovisual é antiga. “Vem desde quando fiz mestrado em Cinema e Fotografia na Unicamp, em 2011. De lá pra cá, dei aulas no curso de Comunicação Social da UFS. É algo que venho exercitando teoricamente, em sala de aula, e na prática, com a realização de alguns curtas e longas”, relembra Erna Barros, que já fez outros filmes, como o documentário espírita  “O passe”, de 2016.

Para conferir a íntegra do mais novo filme “Angico – de fora a fora”, basta acessar o canal do Youtube: 

No perfil do Instagram do filme: @documentarioangico é possível encontrar outras informações sobre o documentário.

 

*Com informações da produção do filme

Compartilhe: