V E S T I B U L A R UNIT
MENU

Especialista em Watsu é presença confirmada no CIAFIS

Confira entrevista com o especialista na terapia de equilíbrio energético e corporal que ministrará palestra durante o CIAFIS em Aracaju

às 12h18
Estudos recentes anunciam: a população tem vivido mais. Com essa afirmação, dúvidas permeiam a sociedade que ainda precisa se organizar para ir tão longe assim. Pensando nisso, as discussões do 3º Congresso Internacional de Atividade Física, Nutrição e Saúde – Ciafis –, que acontecerá de 19 a 22 de setembro em Aracaju, serão multidisciplinares, envolvendo toda a área da saúde em torno do tema central do evento: longevidade.
A inscrição já garante o acesso a um minicurso e a todas as palestras durante a semana do congresso. Basta acessar www.unit.br/ciafis e garantir vaga
A inscrição já garante o acesso a um minicurso e a todas as palestras durante a semana do congresso. Basta acessar www.unit.br/ciafis e garantir vaga
Compartilhe:

O educador físico e fisioterapeuta, mestre em Motricidade humana e doutor em Ciências do Desporto, César Santos ministrará minicurso de Aplicação do método Watsu na terceira idade, no dia 19, das 14h às 18h. Além disso, participará de Conferência de encerramento com o tema “Risco de queda em idosos”, no dia 22, no Bloco G, no campus Farolândia.

Abaixo, confira entrevista que concedeu à ASSCOM Unit.

ASSCOM – No evento o senhor falará sobre o Watsu, um tipo de shiatsu na água, para a terceira idade. Quais os benefícios dessa técnica?
César Santos (CS) – O Watsu é a primeira forma de trabalho terapêutico corporal aquático devidamente registrado. Percebe-se que, ao flutuar as pessoas, num meio aquático, elas ficam mais suscetíveis a alongamentos e outros princípios que irão conduzir a um profundo relaxamento e a trabalhos terapêuticos corporais. A técnica consiste numa flutuação corporal, realizada numa piscina aquecida à 34° a 36°, tranquila e com sons adequados. É uma técnica que foi introduzida por Alexandre Gerkopoulos e Ursula Garthoff em 1996, sendo explorada na área da fisioterapia, educação física, psicologia e terapias corporais.

ASSCOM – De que forma o Watsu auxilia na vida das pessoas?
CS – Atua no alívio de dores musculares, perda do tônus muscular, alívio de dores crônicas (fibromialgia), tratamento de fadiga muscular, aumento da flexibilidade, fortalecimento da estrutura postural, alívio de enxaqueca, melhora na qualidade do sono, trata a insônia, ajuda em casos de depressão, diminui ansiedade, provoca relaxamento corporal e mental. A técnica é voltada a portadores de distúrbios de coluna, patologias ou distúrbios neurológicos, para reabilitação motora e patologias com caráter reumatológico, descompressão da articulação, etc.

ASSCOM – Além da 3ª idade, o Watsu também pode ser indicado para outras faixas etárias? E por quê?
CS – A Técnica de Watsu pode ser indicada para qualquer faixa etária por promover um relaxamento profundo, aliviando as tensões físicas e psíquicas muitas vezes geradas pelo estresse do cotidiano.

Currículo

Cesar Santos é professor, pesquisador  e coordenador do Laboratório de Exercício Resistido e Saúde da Universidade do Estado do Pará, além de membro da Rede Euro-americana de Motricidade Humana (REMH) e autor de dois livros.

Compartilhe: