V E S T I B U L A R UNIT
MENU

Estudante de Engenharia Química produz estudo inédito sobre Sistema Bifásico

A egressa do curso de Engenharia Química da Unit, Milena Morgado Borges, explica que o trabalho é diretamente voltado para contribuir na indústria farmacêutica.

às 13h11
Aluna do  curso de Engenharia Química da Unit, Milena Morgado Borges
Aluna do curso de Engenharia Química da Unit, Milena Morgado Borges
Aluna do curso de Engenharia Química da Unit, Milena Morgado Borges
Compartilhe:

A Iniciação Científica (IC) é um caminho que os estudantes encontram para aperfeiçoar seus conhecimentos. É o que a aluna do curso de Engenharia Química da Universidade Tiradentes (Unit), Milena Morgado Borges, decidiu fazer durante sua graduação quando realizou sua pesquisa “Desenvolvimento de Sistemas Etanólicos Bifásicos formados por polipropilenoglicol e líquidos iônicos próticos para o particionamento de Tagitinina C”.

Em seu trabalho, o destaque para  a formação de Sistemas Bifásicos por novos constituintes, ainda não reportados na literatura, como: líquidos iônicos próticos, polipropileno glicol 2000 e etanol. Tais componentes formam um sistema de baixo custo e alta eficiência para a extração e purificação de biocompostos fortemente necessários para a indústria fármaco e cosmética.

Milena ressalta que a pesquisa é diretamente voltada para contribuir na indústria farmacêutica. “O composto estudado possui diversos princípios ativos que podem ser utilizados em medicamentos para o processo de atividades anti-inflamatórias, antioxidantes, antimicrobianas, antiviral, analgésicas, leishmanicidas e podendo ser utilizado até em atividade antitumoral”, explica.

A estudante conta que o tema foi escolhido pela necessidade de aplicar a esse composto uma metodologia de extração e purificação que fosse eficaz, rápida e seletiva. “Assim é possível obter esse composto de uma maneira específica, já que a Tagitinina C não possui padrão comercial mas possui um alto potencial bioativo na indústria farmacêutica por possuir propriedades que agem no tratamento de diversas doenças”, esclarece. 

Para Milena, a Iniciação Científica foi de extrema importância durante a graduação. “Amadureci como aluna e pesquisadora, e pude entender quais são alguns déficits e dificuldades que a sociedade enfrenta com a pesquisa e com a ciência. Pude também entender o papel da ciência na sociedade, principalmente após a pandemia, onde a ciência ficou muito descredibilizada por causa de uma quantidade enorme de fake news. Compreendi quão importante é não só saber, mas também respeitar e poder passar ciência à frente”, afirma.

Ela conta como a IC aprofundou sua perspectiva profissional e pessoal. “A Ciência sempre me chamou a atenção, e quando tive a possibilidade de participar vi a oportunidade de aprender e desenvolver habilidades que vão me acompanhar na minha escolha profissional. E a Unit contribuiu na minha carreira acadêmica. A partir do 2º período da graduação, tive a oportunidade de fazer iniciação científica e nesses quase quatro anos de ciência enquanto estou na graduação aprendi diversas coisas não só do mundo acadêmico mas também do profissional”, ressalta.

A estudante de Engenharia Química, Milena Morgado Borges, conta que a conclusão do curso está prevista para o primeiro semestre de 2023. “Pretendo iniciar o mestrado após me formar e continuar com as minhas pesquisas”, finaliza.  

Leia mais: Doutoranda inicia trajetória na pesquisa através da Iniciação Científica

Compartilhe: