V E S T I B U L A R UNIT
MENU

Estudantes de Psicologia conquistam o 1º lugar no Simpósio Promob UFS


às 18h31
Compartilhe:

Os estudantes do curso de Psicologia da Universidade Tiradentes, Tayanne Lobão e Davi Augusto Soares, terminam 2018 com muito para comemorar. Juntos, eles levaram o 1º lugar entre os trabalhos apresentados no SIMPÓSIO PROMOB UFS/UFPB/PUC-Campinas 2018 com a temática “Interfaces entre Psicologia Social e da Saúde”. O evento possibilita a integração de pesquisadores de outras instituições e de alunos da pós-graduação e graduação em Psicologia de Sergipe.

Por meio de banner, os acadêmicos apresentaram o projeto intitulado “A Inclusão social e familiar de crianças e adolescentes com doenças crônicas não transmissíveis”. A pesquisa é resultado de um trabalho de seis meses realizado na disciplina de Práticas de Pesquisa em Saúde com a professora Larissa Moura.

“Verificamos o quanto é importante o auxílio e suporte para os cuidadores, pais, familiares ou responsáveis dos pacientes. Dentro da pesquisa, propomos um tripé psicológico para as crianças na escola, no hospital e no contexto clínico. É preciso lidar com a situação da melhor forma possível”, comenta Tayanne.

“Realizar esta pesquisa foi muito gratificante porque é um conhecimento que levaremos para a vida profissional. Não tinha uma área específica para seguir, mas agora já me vejo encantada pela área hospitalar apoiando as famílias dos pacientes que tanto necessitam desse apoio. Foi bastante relevante não somente pelo prêmio, mas por todo conhecimento”, acrescenta a acadêmica.

Além do simpósio, o trabalho também foi apresentado no VII Encontro de Pesquisadores Iniciantes das Humanidades e no Congresso de Psicologia da Universidade Tiradentes. O destaque da pesquisa é tão grande que os acadêmicos já receberam convites para proferirem palestras em escolas.

“Quando a gente desenvolve uma pesquisa não pensamos apenas em premiação, claro que também é muito importante para a nossa carreira, mas é uma área que nos leva a descobrir vários âmbitos e contextos que a Psicologia pode estar inserida. E, mais ainda, levar conhecimento para quem não tem muito acesso”, declara Davi.

Compartilhe: