V E S T I B U L A R UNIT
MENU

Feira de Ciências traz milhares de visitantes à Unit

Teve até foguete à base de água no evento que movimentou o Campus Aracaju Farolândia

às 13h36
Compartilhe:
Lançamento do minifoguete

Lançamento do minifoguete

Milhares de estudantes do ensino médio de Aracaju participaram no último sábado, 25 de maio, de mais uma edição da Feira de Ciências da Universidade Tiradentes. Distribuídos em estandes no Campus Aracaju Farolândia da Unit, alunos de Ciências Biológicas e Biologia deram explicações aos visitantes sobre temas como geologia e paleontologia, ervas medicinais, animais peçonhentos e venenosos, parasitologia, microbiologia, entre outros. O objetivo do evento é incentivar a pesquisa e a ciência entre as crianças e adolescentes, bem como  mostrar aos universitários as mais de 150 possibilidades de atuação que eles terão no mercado de trabalho.

Um minifoguete que funciona à base de água pressurizada fez o maior sucesso entre os visitantes. Crianças e adolescentes pararam para ver o lançamento da engenhoca. Construído com garrafa pet e isopor, o minifoguete é apoiado em uma base feita de canos. Parte da garrafa é preenchida com água. O sistema é vedado com uma rolha e, em seguida, utiliza-se uma mangueira de nível e uma bomba de encher pneus, para encher o recipiente de ar. Quando a pressão rompe a rolha, a água que está dentro da garrafa é jogada para baixo e empurra o minifoguete para cima.

“O minifoguete pode atingir até 60 metros de altura. Esse é um experimento que a gente faz para demonstrar a terceira Lei de Newton – princípio da ação e reação. Todo foguete funciona com base neste princípio”, explica o professor de Física Antônio José.

Um telescópio construído com canos também fez o maior sucesso na Feira de Ciências. A aluna Inês dos Santos Rodrigues, do 1º período de Ciências Biológicas, atendeu aos visitantes. Segundo ela, o evento traz aprendizado tanto para os estudantes das escolas, quanto para os universitários. “O evento é interessante, pois todos nós temos a oportunidade de conhecer muita coisa. Todo mundo está adorando, fascinado”, analisa.

Telescópio feito com canos

Telescópio feito com canos

Aluna do 9º ano no Colégio Anísio Teixeira, Aísia Mota Oliveira, de 16 anos, ficou maravilhada com o estande de animais peçonhentos e venenosos. “Uma maravilha. Cheguei até a pegar em alguns bichos. Fiquei com um pouquinho de medo, mas foi ótimo. Além disso, a feira é bem organizada e todos os alunos da Unit estão preparados, nos explicam tudo muito bem”, comenta.

 

 

 

 

 

 

 

 

Anísia Oliveira no estande de animais peçonhentos e venenosos

Aísia Oliveira no estande de animais peçonhentos e venenosos

 

Compartilhe: