V E S T I B U L A R UNIT
MENU

Fórum Estadual de Perícia

Evento reuniu estudantes e profissionais do segmento na Unit para dialogar sobre os desafios e o que há de novidade na profissão de perito-contador

às 21h30
A segunda edição do Fórum Estadual de Perícia aconteceu nos últimos dias 10 e 11 no auditório do bloco G da Universidade Tiradentes – Unit. Diante da temática “Unir experiências, ampliar conhecimentos”, o momento foi oportuno para troca entre profissionais renomados do segmento e estudantes.
Fórum lotou o auditório
Fórum lotou o auditório
Coordenador do curso de Ciências Contábeis Laudelino Luís
Contador e representante Apejese, Joao Teles de Menezes
Evento foi prestigiado
Alunos participam
Compartilhe:

Promovido pelas coordenações de Ciências Contábeis (presencial e a distância), o Fórum Estadual de Perícia teve parceria com o Conselho Regional de Contabilidade de Sergipe e Associação de Peritos Judiciais do Estado de Sergipe – Apejese.

De acordo com o contador e representante Apejese, Joao Teles de Menezes, o importante é congregar profissionais de diversas áreas que atuam como peritos. “A associação realiza o evento, com o apoio do CRC e Unit – por ser uma casa de ensino e desenvolvimento do saber que tem estrutura para recepcionar nossos convidados e por ter o interesse que seus alunos de Ciências Contábeis e Direito conheçam melhor o que é e a importância dessa atividade para melhorar a perícia judicial no estado e no Brasil”, coloca.

O coordenador do curso de Ciências Contábeis Laudelino Luís se sente honrado em receber o evento. “Porque proporciona aos nossos alunos uma visão mais ampla da área de atuação do profissional de perícia. Esse evento vem mostrar qual o papel dos peritos na transparência das relações judiciais para que a lei seja cumprida de forma efetiva”, avalia.

Referência em Perícia

Wilson Zappa Hoog, um dos palestrantes, é perito-contador e tem diversas espacializações no segmento, publicou livros e se tornou referência. “Tenho um vínculo com o ambiente da universidade há muitos anos e entendo que o Fórum vem para contribuir com os conhecimentos dos estudantes. Ninguém pode ficar exclusivamente no mundo acadêmico ou apenas na esfera profissionalizante. É preciso um equilíbrio para o estudante ter a prática de um fórum, de perícia ou de um processo, por exemplo. Essa integração é extremamente necessária”, afirma.

Tereza Raquel Costa é aluna do 5º período e entende que participar de um Fórum como esse amplia possibilidades. “Fiz questão de prestigiar o evento pela importância que tem no assunto que eu ainda não aprendi, mas o autor que a gente estuda em sala de aula é palestrante no Fórum e ter o tema sendo explicado por ele é emocionante”, conta.

 

Compartilhe: