V E S T I B U L A R UNIT
MENU

Grupo Tiradentes discute projetos de extensão com o CRO-SE

Adequação da extensão aos currículos dos cursos de Odontologia da Unit são discutidos com o Conselho Regional de Odontologia, que apresentou projetos com estudantes

às 19h35
Compartilhe:

Avança o processo de implantação da curricularização da extensão nas instituições do Grupo Tiradentes. Uma reunião virtual ocorrida na última quarta-feira, 26, entre representantes da companhia e do Conselho Regional de Odontologia de Sergipe (CRO-SE) debateu a inclusão dos projetos e atividades de extensão universitária nos desenhos curriculares dos cursos de Odontologia, bem como os quesitos éticos inerentes à profissão e as questões relativas à oferta da Pós-Graduação Lato Sensu, dentro dos padrões exigidos.

A reunião teve a participação do vice-presidente de Relações Institucionais do Grupo Tiradentes, professor Saumíneo Nascimento; do presidente do CRO-SE, Anderson Lessa Siqueira; do coordenador de extensão da Universidade Tiradentes (Unit Sergipe), Geraldo Calazans; do procurador jurídico do Conselho, Gladson Silva Guimarães e da professora Guadalupe Sales Ferreira, coordenadora do curso de Odontologia da Unit e conselheira do CRO-SE. 

Para Saumíneo, a reunião foi bastante produtiva e destacou o trabalho social e comunitário desenvolvido pelo Grupo, que tem um dos principais cursos superiores do ramo no Estado. “A Universidade Tiradentes reconhece a importância do Conselho Regional de Odontologia de Sergipe e a reunião foi para o estreitamento do relacionamento institucional, bem como para a discussão dos desafios que os futuros profissionais de Odontologia terão na sua atuação. A Unit é a instituição que possui o maior número de estudantes de Odontologia em Sergipe e realiza um grande trabalho social com os professores e alunos, atendendo a comunidade sergipana na saúde bucal”, afirmou. 

Na reunião, Anderson Lessa afirmou que as portas do Conselho estarão sempre abertas aos acadêmicos e que estes são bem-vindos para fortalecer as atividades desenvolvidas pelas Comissões. “O CRO-SE sempre buscou trabalhar lado a lado com as entidades de ensino. Vemos de forma muito positiva o estreitamento dessas parcerias para que, através da extensão, esses acadêmicos possam participar de algumas ações e atividades do CRO-SE, que é uma importante entidade representativa, que norteia a atuação profissional da classe, e com a qual eles irão conviver mais intensamente quando concluírem a graduação”, disse. 

Entre as atividades e projetos do CRO-SE, que já contam com a participação de estudantes de Odontologia, estão o Sorrindo no Parque, projeto que presta orientações de Saúde Bucal a crianças de escolas públicas ou atendidas por entidades socioassistenciais; e a Comissão CRO Jovem que já realizou, em 2019, um fórum voltado à inclusão dos acadêmicos ao mercado de trabalho. “Temos ainda os encontros da disciplina de Ética, que sempre acontecem no CRO; a mentoria com alunos de primeiro e segundo períodos; a entrega das carteiras aos alunos recém-formados, etc. Todas as atividades realizadas com a participação dos jovens universitários se tornam uma troca muito enriquecedora e queremos que eles saibam que o CRO-SE também é a sua casa”, concluiu o presidente Siqueira.

Extensão no currículo

O processo de inclusão da extensão nos cursos universitários atende a uma resolução do Conselho Nacional de Educação (CNE), que reserva 10% da grade curricular de cada curso para projetos e disciplinas de extensão em todas as faculdades e universidades do país. As instituições do Grupo Tiradentes já adaptaram todos os seus currículos e terão, a partir do segundo semestre deste ano, a primeira experiência com disciplinas inseridas nos projetos de extensão.

Asscom | Grupo Tiradentes
com informações do CRO-SE

Compartilhe: