V E S T I B U L A R UNIT
MENU

Hidratação no verão

Confira as dicas do nutricionista Hugo Xavier para os dias de calor

às 15h28
A estação mais quente do ano já chegou. Ah! O verão!
A estação mais quente do ano já chegou. Ah! O verão!
Coordenador do curso de Nutrição, professor Hugo Xavier, dá dicas valiosas
Compartilhe:

A estação mais quente do ano já chegou. Ah! O verão! Quem não gosta, não é verdade? Uma época marcada pelos cuidados e uma atenção maior com o corpo. São as famosas “promessas” do início do ano e sempre tem aquela pessoa querendo mudar “isso” ou “aquilo”. Mas você já parou para pensar como anda também a sua hidratação? Quantos copos de água você bebe por dia? Se você ainda não tem esse hábito, está na hora de colocar na listinha de objetivos de 2019: é hora de beber mais água. 

As altas temperaturas por si só já indicam que as pessoas devem aumentar a ingestão de água mais que o normal. E, para aqueles que não tem essa rotina, o verão pode ser um perigo. A sede já é um indício da desidratação. Dores de cabeça e tontura são outros sintomas. 

“A água é vital para o funcionamento do nosso corpo. Sem o alimento, a gente até consegue sobreviver por um curto período, mas não sem água. É a água que leva todos os nutrientes necessários ao corpo. Se há a diminuição de ingestão, atrapalha o funcionamento”, comenta o nutricionista doutor Hugo Xavier, coordenador do curso de Nutrição da Universidade Tiradentes.  

“A sede já é um aviso do corpo que está entrando no limite mínimo de água para o funcionamento do organismo”, explica o nutricionista. Para verão, a recomendação é a ingestão de 2 a 2,5 de litros por dia.     

E aí, quer iniciar o ano com mudanças de hábitos? Comece pela hidratação. O copo ou a garrafinha de água será um grande aliado para este momento. Criar o hábito é fundamental. “Ter sempre um copo de água ao seu alcance faz com que você lembre a todo momento de beber, nem que seja aquele gole mesmo que sem vontade”, enfatiza Hugo.  

É importante também chamar atenção para a ingestão de água por crianças e idosos. “As crianças e os idosos estão mais propensos para ter uma desidratação. Os pais devem ficar atentos, porque as crianças geralmente não pedem para beber água e eles necessitam de uma hidratação ainda maior, porque gastam muita energia. Além disso, lembrar para os idosos que tenham alguma limitação física, deixar as garrafinhas em locais estratégicos”, ressalta Hugo. 

Outra dica valiosa é usar a tecnologia a seu favor na hora de se hidratar. Há aplicativos que enviam alerta a todo instante para que você não esqueça o momento de tomar água. “Hoje em dia você está com o mundo na palma da mão. E aí, não tem para onde fugir, com o alerta no celular não tem como dizer que esqueceu de fazer a ingestão”, frisa o nutricionista.

Além da água, o nutricionista também indica algumas estratégias para manter uma boa hidratação diária. “Nada substitui a água. Porém, a ingestão de frutas, sucos e até a água de coco podem contribuir para uma boa hidratação no verão e é bastante salutar. A água de coco, por exemplo, tem sais minerais importantes para o nosso corpo. Além disso, a ingestão de frutas como a melancia, que contém 90% de água em sua composição, devem fazer parte do nosso dia a dia. As frutas cítricas, como laranja e tangerina, também são recomendadas para reforçar o sistema imunológico”, finaliza o nutricionista.

Compartilhe: