V E S T I B U L A R UNIT
MENU

Inteligência artificial é tema de simpósio no cenário jurídico


às 18h58
Preocupados em atualizar seus conhecimentos, diversos advogados participam de simpósio que discute a tecnologia e suas aplicações por meio das leis
Os professores palestrantes  Adolfo Guimarães  e Fábio Santos
Os professores palestrantes Adolfo Guimarães e Fábio Santos
A advogada Milla recebe os palestrantes Cleóberte Santos (à sua direita) e Fábio Santos
Compartilhe:

Advogados, estudantes da área e profissionais que utilizam a tecnologia como ferramenta para o desenvolvimento das suas atividades participaram no sábado, 9, do 1º Simpósio de Direito Digital, Inovação e Tecnologia de Sergipe.

O evento, realizado no plenário da sede da OAB Seccional Sergipe, contou com a participação de diversos palestrantes, dentre eles Fábio Santos e Adolfo Guimarães, docentes da Unit.  Especialistas em inteligência artificial, eles discorreram o tema “Internet das coisas e inteligência artificial: o impacto em nossa sociedade”.

“Estamos em mais um momento de mais uma transformação na sociedade e o que muda em relação às demais é a velocidade e a maneira com que isso vem acontecendo. Antes, você vivenciava a transformação através da máquina; hoje, ela acontece de forma virtual”, explica o professor Fábio. Ele justifica que é fundamental que o profissional do Direito esteja a par de tudo o que está acontecendo para atuar em problemas específicos, dentre eles os crimes cibernéticos.

Especialista em Inteligência Artificial, o professor Adolfo Guimarães ressalta que se trata de um tema bastante atual. “Precisamos levantar discussões sobre essa realidade que é cotidiana”, explica o docente exemplificando que o simples uso do celular implica na utilização de inteligência artificial. 

“São profissionais de referência no estado sobre esse tema, e o nosso objetivo é agregar inovação, tecnologia e direito digital, que é o assunto do momento”, salienta a advogada Milla Cerqueira, organizadora do simpósio, referindo-se à participação dos professores Fábio e Adolfo.

Segundo a advogada, os profissionais da área precisam estar antenados, entendendo as tendências da advocacia no mundo da internet, suas normas e regras para contribuir com a sociedade.

“O evento é de extrema importância para esse momento em que estamos vivendo da chamada indústria 4.0. Representa um desafio muito grande não só para a advocacia, como para o judiciário, promotorias, ministério público e a própria população essa tecnologia que tem sido inserida ao nosso cotidiano”, justifica o palestrante Cleóberte Santos, que discorreu sobre “Crimes cibernéticos e perícia digital forense”.

Compartilhe: