V E S T I B U L A R UNIT
MENU

Lançada obra que contribui para a formação do enfermeiro

Instrumentos utilizados diariamente na assistência à saúde constam como um dos importantes capítulos da obra

às 17h57
O livro oferece à gestão acadêmica um importante aparato para a produção de todas as atividades inerentes à formação profissional
Carine Marques e Maria Pureza, durante o lançamento
Carine Marques e Maria Pureza, durante o lançamento
Carine Marques, em momento de autógrafo
A professora Pureza autografa a obra
Compartilhe:

Na noite da última sexta-feira, 10, professores, acadêmicos e intelectuais sergipanos prestigiaram o lançamento do livro “Educação em Enfermagem”, ocorrido na Livraria Escariz do Bairro Jardins. De autoria de Maria Pureza Ramos de Santa Rosa, Carine Marques e Simone Amorim, a obra cujo selo editorial é da EdUnit representa uma importante fonte de pesquisa, especialmente para quem já atua ou pretende atuar na profissão.

“A obra é fruto de uma experiência de 15 anos do curso de Enfermagem da Universidade Tiradentes, onde vem se trabalhando paulatinamente instrumentos de avaliação e monitoramento do aluno, da condução das suas práticas, das aulas teóricas, do ensino clínico e de estágio curricular supervisionado”, explica a professora e coordenadora do curso na Unit, Maria Pureza Ramos de Santa Rosa. Em função da experiência adquirida ao longo dos anos, os autores vêm sempre atualizando os instrumentos cujo resultado é o livro que surge como mais uma importante fonte de pesquisa.

É uma obra que conta com a participação dos alunos, lembra a coautora, professora Carine Marques. Segundo a docente, o fato representa uma grande experiência dentro da própria coordenação de Enfermagem. “Contribui para elevar uma educação de qualidade na área da Enfermagem para toda e qualquer universidade”, lembra Carine que além de docente é Diretora de Educação da Associação Brasileira de Enfermagem.

“Avalio a obra como sendo de fundamental importância para o campo da Enfermagem, especialmente para a educação na área. Acho que esse é um momento ímpar para a profissão em Sergipe”, salienta o professor da UFS e enfermeiro Eduesley Santana Santos.

Compartilhe: