V E S T I B U L A R UNIT
MENU

Mais de 800 candidatos disputam vagas de Medicina na Unit

Candidatos disputam 82 vagas disponibilizadas via edital para o curso de Medicina na Unit Sergipe. Resultado do vestibular sai no próximo dia 25.

às 20h56
Vestibular Medicina Unit
Vestibular Medicina Unit
José Alves, coordenador da Compese do Grupo Tiradentes
Compartilhe:

Neste domingo, 20, e segunda-feira, 21, aspirantes a médicos de Sergipe participaram do processo seletivo unificado de Medicina do Grupo Tiradentes. Mais de 800 candidatos confirmaram presença e concorrem às 82 vagas disponibilizadas via edital para o curso no campus Farolândia da Universidade Tiradentes. No próximo dia 25, o resultado será publicado no portal da Unit

É a primeira vez que a jovem Vitória Oliveira presta vestibular. “Medicina sempre foi meu sonho. Eu me preparei muito para esse momento e espero poder realizar minha graduação aqui na Unit. É uma instituição de qualidade, que meus pais confiam e não precisarei morar fora para estudar. Esse é meu sonho completo”, revela.

Para o pró-reitor Administrativo e Financeiro da Unit, professor Francisco Almeida, abrir as portas do campus é sempre um prazer. “Ainda mais quando recebemos centenas de jovens e adultos com projetos de vida tão inspiradores. Desejamos sucesso a todos os candidatos e que possamos encontrá-los em breve”, comenta Almeida.

“Esse é o primeiro passo que damos na formação dos nossos futuros médicos de Sergipe”, conta o coordenador da Comissão de Processo Seletivos do Grupo Tiradentes, José Alves.

As provas que os candidatos realizaram nos dois dias já estão disponíveis para retirada nos próximos 15 dias na Compese, sala 08, térreo do prédio da Reitoria do campus Unit Farolândia. 

Projeto Pedagógico de Medicina

Com uma proposta atual e inovadora, o projeto pedagógico dos cursos de Medicina do Grupo Tiradentes é baseado no método PBL – Problem Based Learning (Aprendizagem Baseada em Problemas) –, que mantém a relação ensino-aprendizagem focado no aluno como protagonista do processo. A metodologia é aplicada desde a década de 1960 em grandes universidades no exterior e no Brasil a partir da década de 1990.

De acordo com Hesmoney Santa Rosa, Diretor Geral da área da Saúde do Grupo Tiradentes, as metodologias ativas são modelos de ensino que visam a desenvolver a autonomia e a participação dos alunos de forma integral. Com isso, as práticas pedagógicas são beneficiadas e todo o processo educativo é melhorado. 

“PBL é focado na prática. Desde o primeiro ano de curso os acadêmicos estarão em Unidades Básicas de Saúde (UBS) com rotinas mais intensas do que em faculdades com método tradicional. Como a turma se divide em poucos alunos, a participação de cada um se torna muito importante para o grupo e a proximidade com o professor aumenta”, explica.

O método PBL motiva e estimula a criatividade do estudante, promove o conhecimento de diferentes áreas médicas, oferta ao aluno a oportunidade de vivenciar a medicina desde o início do curso, estimula o aprendizado em equipe, incentiva à busca de diferentes maneiras de como resolver um problema.

 

Leia mais:

Acadêmico de Medicina de Sergipe é aprovado para estágio no Hospital Oswaldo Cruz, em São

Compartilhe: