V E S T I B U L A R UNIT
MENU

Memorial de Sergipe funcionará na Orla da Atalaia

Convênio entre Unit e Governo do Estado foi assinado na manhã desta terça, 29, pelo reitor Jouberto Uchôa e o governador Jackson Barreto

às 17h59
Fabiana Carnevale: "Memorial terá nova missão"
Solenidade de assinatura reuniu gestores da Unit e secretários de Estado
Governador Jackson Barreto e Professor Uchôa assinam termo de concessão
Compartilhe:
Governador Jackson Barreto e Professor Uchôa assinam termo de concessão

Governador Jackson Barreto e professor Uchôa assinam termo de concessão

A Universidade Tiradentes e o Governo do Estado de Sergipe firmaram convênio que transfere a sede do Memorial de Sergipe e do Centro de Memória Lourival Baptista da Avenida Beira-Mar, para a Orla da Atalaia, principal ponto turístico de Aracaju. A instituição museal mantida pela Unit, por meio do Instituto de Tecnologia e Pesquisa – ITP –, funcionará no prédio da antiga Galeria de Arte Ana Maria Alves. O termo de permissão de uso da estrutura foi assinado pelo reitor Jouberto Uchôa de Mendonca e pelo governador Jackson Barreto, na manhã desta terça-feira, 29, no Palácio Governador Augusto Franco.

De acordo com o convênio, a Universidade Tiradentes se responsabilizará pela reestruturação e manutenção do prédio da antiga galeria. Segundo o Professor Uchôa, a intenção é inaugurar a nova sede do Memorial nos próximos meses. “A Universidade Tiradentes tem um compromisso com a memória de Sergipe, com a história dos homens e mulheres que fizeram a grandeza desta terra e, muitas vezes, são valorizados fora e esquecidos no Estado. Vamos imediatamente protocolar, na Prefeitura de Aracaju, pedido de licença para reforma, pois pretendemos inaugurar o novo Memorial de Sergipe já no início do próximo semestre”, afirma o reitor da Unit.

“O Memorial de Sergipe abriga peças, histórias, monumentos e documentos fundamentais para a memória do nosso povo, por isso, firmamos este convênio com muita alegria, pois sabemos que será de uma serventia muito grande para o Estado, para o turismo e para as atividades acadêmicas da Unit. Unimos o útil ao agradável. É o poder público e a iniciativa privada trabalhando em defesa da cultura e da memória do nosso Estado e da nossa capital”, comemora o governador de Sergipe, Jackson Barreto.

“Temos plena consciência da importância do Memorial pelo acervo que ele tem e pelo diálogo que estabelece com a população sergipana e com os turistas. Aracaju é a nossa porta de entrada, a Orla de Atalaia tem a maior concentração hoteleira de Sergipe e nada mais justo que o prédio público com a localização da Galeria Ana Maria, ter como destino a sede deste museu. É algo que fortalece a política de cultura e de turismo do Governo, e cria um equipamento com toda a infraestrutura para que a nossa população e os turistas possam conhecer um pouco mais da trajetória e da identidade da gente sergipana”, analisa a secretária de Estado da Cultura, Eloísa Galdino.

Solenidade de assinatura reuniu gestores da Unit e secretários de Estado

Solenidade de assinatura reuniu gestores da Unit e secretários de Estado

O MEMORIAL

Idealizado por professores do Departamento de Educação da Universidade Tiradentes, o Memorial de Sergipe foi inaugurado em 20 de janeiro de 1998 e possui mais de 20 mil objetos em seu acervo bibliográfico, iconográfico e museológico. O objetivo da instituição é preservar e divulgar elementos socioculturais, bem como atender às comunidades civil e científica em pesquisa, educação e cultura.

A iconografia conta com diversos acervos particulares de ilustres sergipanos, que registraram a evolução urbanística da capital e do interior, como as pinturas em pratos de porcelana e azulejo de Rosa Faria, uma arte considerada única no mundo. O Memorial também abriga acervos de Constâncio Vieira, Lourival Baptista, Sabino Ribeiro, Francisco Rollemberg Leite, Tobias Barreto, entre outras personalidades.

O Centro de Memória Lourival Baptista coloca à disposição da sociedade a vida e obra do médico e político que assumiu, dentre outros cargos, os de deputado estadual e federal, governador e senador por Sergipe.

Já o acervo museológico apresenta mais de 10 mil peças em exposição permanente. Os temas explorados vão desde fósseis marinhos a aparelhos telefônicos do início do Século 20, passando pela formação de Sergipe, cultura popular, cangaço, entre outros.

Segundo a diretora do Memorial de Sergipe, Fabiana Carnevale, todas as temáticas serão preservadas na nova sede. “O espaço mudará a concepção do Memorial, que terá um objetivo um pouco mais diferenciado, mas não podemos esquecer dos temas que sempre fizeram parte do acervo, como religiosidade, 2ª Guerra Mundial, meios de comunicação, cultura popular, assuntos que não deixarão de existir, mas o foco principal será dado a partir de uma nova missão, definida por

Fabiana Carnevale: "Memorial terá nova missão"

Fabiana Carnevale: “Memorial terá nova missão”

uma comissão que tratará da reestruturação do Memorial”, diz.

Fotos: Marcelo Freitas/Asscom/Unit

Compartilhe: