V E S T I B U L A R UNIT
MENU

Mestrandos em Direito da Unit promovem colóquio jurídico


às 21h02
Compartilhe:
Doutor David Sanchez Rubio

Doutor David Sanchez Rubio

Este é o segundo momento que o programa de Pós-Graduação em Direito da Universidade Tiradentes realiza o Colóquio. O evento é destinado a mestrandos e graduandos do curso de Direito, que possui uma agenda permanente de discussão e integra as linhas de pesquisas desenvolvidas sob a coordenação da professora Karyna Batista Sposato.

Segundo a docente, essa é a oportunidade que a academia encontra para dialogar com dois professores convidados que possuem uma obra muito importante na área da teoria crítica dos Direitos Humanos e da crítica adogmática. “Isso nos faz aproximar ainda mais a Pós-Graduação da Graduação, permitindo com que o espaço de pesquisa e produção científica dentro da Unit seja consolidado de forma gradativa e continuada”, afirma a doutora Karyna Sposato lembrando que esse é um momento de culminância do mestrado, pois mesmo estando no seu primeiro ano de vida já revela uma atividade muito intensa dentro da instituição.

Ao abordar o tema Teoria crítica dos direitos humanos, o professor David Sanchez Rubio da Universidade de Sevilla destaca o conceito de Direitos  Humanos no imaginário geral, institucional e nas universidades. Segundo o palestrante, o fundamental é que os acadêmicos tenham sensibilidade para absorver as ininterruptas informações que são apresentadas cotidianamente, de maneira especial no universo do Direito. “É importante saber cultivar cotidianamente o saber fazer em prol dos Direitos Humanos”, lembra o palestrante.

Atenção da academia para o tema discutido

Atenção da academia para o tema discutido

Também convidado a participar do Colóquio, destacando o tema: “Uma crítica à dogmática do direito”, o professor José Rodrigo Rodriguez apresenta para a academia a transformação que o raciocínio jurídico tem sofrido pelo fato de estar se tornando mais público com a democratização brasileira. “O curso era visto como algo mais técnico, restrito aos juristas”, salienta o palestrante. Ele afirma que em decorrência das novas decisões do Supremo e com a atenção que tem sido dada ao mundo jurídico, face aos casos propagados pela imprensa, a linguagem jurídica se torna mais pública em decorrência das constantes modificações. Na opinião do doutor José Rodrigo, para que a linguagem jurídica esteja mais próxima da população, ela precisa ser menos fechada e mais aberta à compreensão pública.

Fotos – Marcelo Freitas

Compartilhe: