V E S T I B U L A R UNIT
MENU

Monitoria: quais os benefícios para a vida acadêmica e profissional?

Conhecimento, networking, autonomia, prática da docência e remuneração são algumas vantagens proporcionadas pela monitoria.

às 23h36
Janete André: “...o mais relevante nesse momento será o profissional, já que se tornará um diferencial em nosso currículo, é uma vivência acarretada de significados...”
Janete André: “...o mais relevante nesse momento será o profissional, já que se tornará um diferencial em nosso currículo, é uma vivência acarretada de significados...”
professora doutora Danielle Thaís Leite: “A monitoria acadêmica envolve atividades de ensino desenvolvidas pelo discente-monitor visando aproximá-lo da prática da docência”.
Bruna Maria: “Como estou na reta final do meu curso, quero deixar minhas contribuições para os alunos que vão ficar, além da monitoria ser um excelente requisito para o currículo profissional”.
Compartilhe:

Para quem planeja construir um bom currículo ainda na graduação a dica de especialistas é participar de monitoria acadêmica, uma atividade que aproxima o estudante da prática da docência e que tem, inclusive, amparo legal. A Lei 9.394/1996, diz que “os discentes da educação superior poderão ser aproveitados em tarefas de ensino e pesquisa pelas respectivas instituições, exercendo funções de monitoria, de acordo com seu rendimento e seu plano de estudos”.

“A monitoria acadêmica envolve atividades de ensino desenvolvidas pelo discente-monitor visando aproximá-lo da prática da docência. A atividade ocorre com a orientação de um Professor Tutor Presencial ou Professor Tutor Virtual que acompanha as atividades do aluno monitor”, explica a professora doutora Danielle Thaís Leite, coordenadora da Área de Humanas e Sociais Aplicadas da Universidade Tiradentes.

Foi justamente pensando em aprimorar o conhecimento que a estudante do 8° período do curso de pedagogia EaD no polo de Paulo Afonso-BA, Bruna Maria decidiu se inscrever no processo seletivo para monitoria.

“Como estou na reta final do meu curso, quero deixar minhas contribuições para os alunos que vão ficar, além da monitoria ser um excelente requisito para o currículo profissional. Financeiramente é uma boa oportunidade, vejo como um estímulo, uma prévia de como começar na vida educacional. Já tive a oportunidade de me inscrever anteriormente, mas nunca dei sequência, por não entender a importância. O diferencial da inscrição desse ano, foi que tive o estímulo da minha tutora, que incentivou a prosseguir”, revela.

A acadêmica, Janete André, também do 8º período do curso de Pedagogia EaD no polo de Paulo Afonso, até então tinha experimentado a práxis pedagógica com crianças, na educação infantil e ensino fundamental anos iniciais.

“A participação no processo de seleção para monitores chegou com incentivo para experimentar um pouco da vivência em sala de aula, principalmente se tratando do público universitário. Espero desenvolver um trabalho significativo em parceria com os professores e alunos, auxiliando nas atividades e trabalhos realizados pela turma, compartilhando aquilo que até então tenho aprendido nos outros semestres, estágios e organização de eventos aos quais estive envolvida. Sei que será um grande desafio já que todo esse processo ocorrerá de forma online, mas imprescindível para nossa formação”, ressalta.

O novo desafio revelou ainda novas expectativas, principalmente quando o assunto é empregabilidade. “Financeiramente foi interessante, me tornei bolsista, porém o mais relevante nesse momento será o profissional, já que se tornará um diferencial em nosso currículo, é uma vivência acarretada de significados para aqueles que pretendem avançar nesse campo de atuação”, afirma.

Processo seletivo

 O processo seletivo 2021.1 da Universidade Tiradentes, que teve período de inscrição entre 22 de fevereiro e 15 de março de 2021, aprovou 11 acadêmicos, dos polos de Paulo Afonso (BA), Propriá, Socorro, Umbaúba e Aracaju para atividade de monitoria no curso de Pedagogia EaD. Os novos monitores atuarão na modalidade semipresencial junto aos discentes do 1 º ao 6º período.

Para monitoria remunerada é concedida bolsa que varia de 50% a 75% do valor da mensalidade, por 10 ou 15 horas semanais de atividades, respectivamente, além de certificaçao.  Já a Monitoria Voluntária, ao monitor voluntário com carga horária de oito semanais  será concedida certificação pela participação no programa.

Para o primeiro semestre de 2021 foram ofertadas vagas para monitoria a todos os estudantes dos cursos de graduação na modalidade EAD, regularmente matriculados do segundo ao último período, exceto estudantes de cursos 100% online e os alunos matriculados na modalidade de recuperação de disciplina, nos cursos de Administração (Alagoinhas, Aracaju (centro), Arapiraca, Estância, Garanhuns, Itabaiana, Maceió, Mossoró, Nossa Senhora do Socorro, Paulo Afonso, Petrolina, Propriá, Tobias Barreto, Vitória da Conquista); Biomedicina (Propriá); Ciências Contábeis (Alagoinhas, Aracaju (centro), Arapiraca, Caruaru, Estância, Feira de Santana, Garanhuns, Itabaiana, Lagarto, Maceió, Mossoró, Nossa Senhora da Glória, Nossa Senhora das Dores, Nossa Senhora do Socorro, Paulo Afonso, Petrolina, Poço Verde, Propriá, Tobias Barreto, Umbaúba, Vitória da Conquista, Recife (Boa Vista)); Educaçao Física ( Estância, Itabaiana, Propriá, Caruaru e Petrolina); Estética (Maceió, Paulo Afonso, Socorro, Caruaru, Propriá, Feira de Santana e PoçoVerde); Gestão de Recursos Humanos (Alagoinhas, Aracaju (centro), Arapiraca, Caruaru, Estância, Feira de Santana, Garanhuns, Itabaiana, Lagarto, Maceió (Benedito Bentes), Maceió (campus Amélia Uchoa), Mossoró, Nossa Senhora da Glória, Nossa Senhora das Dores, Nossa Senhora do Socorro, Paulo Afonso, Petrolina, Poço Verde, Propriá, Tobias Barreto, Umbaúba, Vitória da Conquista; Pedagogia (Alagoinhas, Aracaju (Centro), Arapiraca, Caruaru, Garanhuns, Maceió (Benedito Bentes), Mossoró, Paulo Afonso, Petrolina, Itabaiana, Feira de Santana, Estância, Lagarto, Feira de Santana, Nossa Senhora da Glória, Nossa Senhora do Socorro, Poço Verde, Propriá, Tobias Barreto, Vitória da Conquista, Umbaúba) e Serviço Social (Aracaju, Propriá, Petrolina e Caruaru).

 

Leia também:

Compartilhe: