V E S T I B U L A R UNIT
MENU

Oficina de azeite aromatizado reúne integrantes do Paimi

Atividade em alusão ao Mês do Idoso é realizada no Espaço Gourmet, do curso de Gastronomia

às 19h46
Compartilhe:
Senhoras do Paimi participam de oficina no Espaço Gourmet

Senhoras do Paimi participam de oficina no Espaço Gourmet

Desde o dia 5 de setembro, o Programa de Assistência Integral à Melhor Idade – Paimi – realiza uma série de atividades em alusão ao Mês do Idoso. Palestra com gerontólogo falando sobre assuntos referentes à melhor idade, missa com apresentação do coral Vozes do Paimi, oficinas de brincadeiras de criança, dentre outras ações. No Dia Internacional do Idoso, comemorado em 1º de outubro, segundo a Lei de nº 11.433, as mais de 50 senhoras do Paimi participaram da oficina de azeite aromatizado. A atividade foi realizada no Espaço Gourmet do Centro Gastronômico e foi ministrado pela coordenadora do curso de Gastronomia, professora Kátia Viana.

“A gastronomia tem abertura para todas as idades, segmentos profissionais e escolhemos a receita a depender do público. Esta receita de azeite, por exemplo, é muito saudável. E nada melhor para as senhoras do Paimi que trabalharmos uma boa salada aromatizada com esses azeites”, ressalta a coordenadora. Segundo a professora Kátia, o azeite poderá ser utilizado em saladas, carnes, peixes e bolo.

Antes de iniciar a oficina, algumas idosas visitaram a horta do curso e colheram tomate, coentro, manjericão, orégano e outras especiarias para o preparo dos pratos. Para Darcilene Teles dos Santos, de 68 anos, que integra o grupo há cinco anos, as ações realizadas pelo Paimi trazem benefícios. “Gosto de todas as atividades porque ficamos ocupadas, esquecemos os problemas, nos distraímos, conversamos com outras pessoas. Adorei a oficina de hoje porque também gosto de cozinhar”, salienta Darcilene.

Prof. Kátia Viana acompanha as idosas na escolha dos ingredientes na horta do curso

Prof. Kátia Viana acompanha as idosas na escolha dos ingredientes na horta do curso

Quem também ficou satisfeita com a atividade foi Iuzélia de Santana. Aos 67 anos, ela não perde uma reunião promovida pelo Paimi. “Já estive aqui em outras atividades e aprendemos muitas coisas no grupo. É um momento para relaxar”, confessa Iuzélia.

Além do azeite aromatizado, as idosas também produziram vinagretes para salada. Para a coordenadora do Programa de Assistência à Melhor Idade, Zulnara Mota, as atividades contribuem para mudanças em diversos aspectos. “Durante a realização das atividades, percebemos muitas mudanças, principalmente a comportamental. Elas chegam ao Paimi cheias de tabu e depois de um tempo se transformam. Ainda vejo um pouco de preconceito com a família, de achar que o idoso deve ficar no canto. Sempre oriento que elas reajam e que exijam o espaço delas. Que elas mostrem o aprendizado que vivenciam diariamente no grupo”, completa Zulnara.

Fotos: Marcelo Freitas

Compartilhe: