V E S T I B U L A R UNIT
MENU

Os desafios da educação inclusiva

Profissionais da educação buscam especialização para aprender a lidar com uma situação que ainda está longe de ser a ideal

às 12h59
Hoje cada vez mais se ouve falar em inclusão social, mas de que forma isso vem sendo aplicado nas escolas? De acordo com o pedagogo e mestre em Sociologia, professor João Lago, coordenador dos cursos de pós-graduação latu sensu da Universidade Tiradentes na área de Educação, a discussão acontece porque a legislação obriga as escolas a proporcionar a educação inclusiva, porém não é dada estrutura para que isso aconteça.
João Lago:
João Lago: "O Estado não tem criado condições para essa inclusão"
Compartilhe:

Hoje cada vez mais se ouve falar em inclusão social, mas de que forma isso vem sendo aplicado nas escolas? De acordo com o pedagogo e mestre em Sociologia, professor João Lago, coordenador dos cursos de pós-graduação latu sensu da Universidade Tiradentes na área de Educação, a discussão acontece porque a legislação obriga as escolas a proporcionar a educação inclusiva, porém não é dada estrutura para que isso aconteça.

“Inclusão social é uma temática em voga e até parece que é um reflexo do desenvolvimento social, mas eu não creio nisso. O Estado não se desenvolveu nesse sentido, não tem criado condições para essa inclusão. As escolas são obrigadas a atender as pessoas com deficiência e o Estado se contenta com o mero discurso para o imaginário público, mas o que realmente há lá dentro das escolas para essas pessoas?”, questiona Lago.

Em busca de conhecimento na área, profissionais estão investindo em especializações sobre a inclusão social. Na formação desse novo conhecimento, professores, pedagogos, gestores de escola trabalham a parte psicológica, social e didática para entender um pouco o problema e ter ferramentas para saber lidar com a situação.

Ferramentas
A tecnologia, segundo o professor João Lago, é peça fundamental no processo de inclusão social. “As tecnologias, em especial da comunicação, estão auxiliando significativamente os docentes que conseguem uma formação na área e, consequentemente, melhoram suas práticas em sala de aula, no ambiente de formação e no processo de ensino-aprendizagem”, avalia o coordenador das especializações em Educação da Unit.

Outra ferramenta para a inclusão social é a psicopedagogia, sobretudo para casos de déficit de atenção. De acordo com Lago, o psicopedagogo vai entender como se processa a cabeça do indivíduo, as anomalias, como pode trabalhar isso canalizando para a inclusão e a melhoria da aprendizagem. “Esse profissional tem que entender o indivíduo considerando as novas estruturas cognitivas, ligações sinápticas, algoritmos internos, para atuar diretamente com ele e também na intermediação, dando auxilio ao professor”, explica.

Especialização
A Universidade Tiradentes oferece especialização em Psicopedagogia Institucional e Clínica. O curso trabalha tanto a parte sociológica, que trata do intermédio do individuo entre a inclusão social e o déficit de aprendizagem, quanto a parte mais científica, para que o profissional possa entender melhor o cérebro humano e a construção do conhecimento. “O diferencial desse curso é a forma como o estágio é desenvolvido, pois o aluno não fica só na observação, ele atua de forma concreta junto ao paciente, é preparado para lidar com situações reais. Temos uma clínica que atende a comunidade, então o nosso estudante da pós atende a pacientes reais, sob a supervisão de um coordenador de estágio”, enfatiza o professor Lago.

As inscrições para os cursos de Pós-graduação Latu Sensu presencial já estão abertas e podem ser feitas pelo site da universidade (portal.unit.br/pos). Além dos cursos em Educação, a Unit oferece especialização nas áreas de Computação, Direito, Engenharia, Estética, Gastronomia, Gestão, Marketing, MBA, Nutrição, Psicologia e Saúde nos campi da Farolândia, Itabaiana, Estância e Propriá.

A Unit criou o “Programa de Matrícula Antecipada – Pós Graduação Presencial Unit SE” para os interessados em fazer uma especialização. Os alunos que fizerem a matrícula e pagamento até dia 10 de março ganham desconto de 60%, no valor da matrícula, e até o dia 29 de abril descontos de 40%. Egressos e empresas conveniadas também recebem descontos. Mais informações no portal.unit.br/pos.

Compartilhe: