V E S T I B U L A R UNIT
MENU

Paimi mantém viva as tradições da cultura popular

A programação do Paimi alusiva ao dia do folclore contribui para a manutenção das tradições e estimula nas idosas o resgate de boas lembranças.

às 20h04
Na roda, cantigas como
Na roda, cantigas como "Meu Papagaio"
Resgate e manutenção da tradição
Compartilhe:

Quando o assunto é cultura popular não há outra forma de manter vivas as tradições senão por meio do resgate das experiências vividas. Foi com esse propósito e para comemorar o dia do folclore, que é celebrado neste 22 de agosto, que a coordenação do Paimi desenvolveu na tarde desta terça-feira, 21, no minishopping da Unit uma programação especial.

Uma animada roda formada pelas senhoras que integram o grupo coordenado pela professora Zulnara Mota resgatou em cantorias músicas que representam a identidade do povo sergipano.

“O que observamos é que essas idosas vivenciaram o nosso folclore durante apresentações em festas do interior e até mesmo as igrejas estimulavam apresentações, a exemplo de grupos como o Pastoril”, explica a coordenadora do Paimi. A professora Zulnara enfatiza o entusiasmo percebido nas idosas quando o assunto é folclore. “São manifestações que fizeram parte da infância de cada uma delas”, acrescenta.

A professora aposentada Suzana Valois integra o Paimi há cerca de um ano. Se há algo pelo qual ela possa se arrepender é o fato de não ter aceitado há mais tempo o convite de uma das suas amigas para ingressar no grupo.

“Aqui me sinto viva e renovada! Conto os dias e as horas para me integrar ao grupo e desenvolver as atividades propostas. Aqui recarrego minha bateria”, reforça a jovem senhora.

O Paimi representa um importante projeto extensionista criado e mantido há mais de 20 anos pela Unit por meio da Coordenação de Extensão. Atende senhoras que residem na Farolândia e bairros adjacentes com o desenvolvimento de projetos específicos para dar a idosa uma melhor qualidade de vida.

Compartilhe: