V E S T I B U L A R UNIT
MENU

Pandemia: doação de leite materno é ainda mais necessária

O Dia Nacional de Doação de Leite Humano reforça a importância desse alimento indispensável na vida de bebês, em especial, prematuros.

às 20h32
Compartilhe:

Por Roberta Andrade e Raquel Passos

Com o objetivo de facilitar o acesso à doação de leite materno, além de ampliar e promover a amamentação, no próximo dia 19, quando se comemora o Dia Nacional de Doação de Leite Humano, a campanha abordará a temática: ‘A pandemia trouxe mudanças: a sua doação traz esperança’.

De acordo com o Sistema de Informações Sobre Nascidos Vivos – Sinasc-, do Ministério da Saúde, 11% dos bebês nascidos em 2018 foram prematuros (quando o parto é realizado até a 37ª semana de gestação, trazendo riscos à saúde da criança). 

“O Brasil é o 10º país em número de prematuros no mundo, nascendo uma média de 350.000 anualmente. Esses bebês não conseguem mamar no peito da mãe, pela prematuridade, privando-se desse alimento que é o melhor para reduzir a mortalidade e morbidade. Esse quadro valoriza a solidariedade de mães que estão amamentando e que doam o excedente”, relata a especialista em pediatria pela Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP) e professora da Unit, Izailza Matos.

Ela acredita na  importância e estímulo à doação de leite materno em tempos de pandemia. “Há necessidade de se  garantir mais uma melhora do sistema imunológico para nossos recém-nascidos, e isso só é possível com o aleitamento materno – um líquido que contém carboidratos, proteínas, lipídios, vitaminas, minerais, substâncias imunocompetentes (imunoglobulina A, enzimas, interferon), além de fatores moduladores de crescimento”, detalha Izailza Matos.

Leite materno

A Organização Mundial da Saúde e o Ministério da Saúde preconizam que é necessário conscientizar a população, especialmente as mulheres, quanto à importância do aleitamento materno.

O bebê que mama leite materno possui todos os insumos para um crescimento saudável, não precisando sequer de água. “O leite tem tudo para suprir as necessidades nutricionais da criança durante os seis primeiros meses de vida e manter a amamentação com uma dieta complementar saudável por dois anos ou mais”, afirma a médica.

Na pandemia, os  bancos de leite estão utilizando estratégias para aumentar a doação. É o caso da formação de grupos de WhatsApp com as doadoras  indicando outras mães, oportunidade também para sanar as dúvidas e possibilitar a ida da equipe de saúde à residência da doadora para auxiliar na primeira ordenha.

Semana da Enfermagem

Em Sergipe, a Universidade Tiradentes – Unit-, apoiadora das ações de incentivo ao aleitamento materno, promoverá uma mesa-redonda na Semana da Enfermagem, no próximo dia dia 20, às 18h, com a participação de profissionais da Saúde.

Izailza Matos Dantas Lopes é especialista em pediatria pela SBP, além de presidente do Comitê de Aleitamento Materno da Sociedade Sergipana de Pediatria, médica responsável pelo posto de coleta de leite humano Dr Fernando Guedes, membro do comitê de Aleitamento Materno da Maternidade Santa Isabel e da Secretaria Estadual de Saúde, docente da Universidade Tiradentes e mestre e doutoranda em saúde e ambiente.

Além dela, a médica Débora Cristina Leite Fonte e a enfermeira Silvia Atanásio estarão presentes na mesa-redonda.

Perfil de mães doadoras 

  • Estar amamentando ou ordenhando LH para o próprio filho
  • Ser saudável
  •   Apresentar exames pré ou pós-natal compatíveis com a doação de LH
  • Não fumar mais que 10 cigarros por dia
  • Não usar medicamentos incompatíveis com a amamentação
  • Não usar álcool ou drogas ilícitas
  •   Realizar exames (Hemograma completo, VDRL, anti-HIV) quando o cartão de pré-natal não estiver disponível ou a nutriz não tiver realizado pré-natal)
  •   Realizar outros exames conforme perfil epidemiológico local ou necessidade individual da doadora.

Bebês prematuros precisam de sua ajuda 

Confira alguns locais de bancos de leite humano em Sergipe:

  • Maternidade Nossa Senhora de Lourdes: Banco de Leite Humano Marly Sarney, Rua Mato Grosso, 1401, José Conrado Araújo, Aracaju/Se. Contato: (79) 3226-6301 
  • Banco de Leite Humano Irmã Rafaela Pepel: Rua Jackson de Figueiredo, 401, Centro de Itabaiana. Contato: (79) 3432-3500 ou 99195-0091 
  • Maternidade Zacarias Júnior: Banco de Leite Humano Zóed Bittencourt: Rua Hipólito Santos, s/n, Centro de Lagarto. Contato: (79) 3631-2723 
  • Coleta – Posto de Coleta do Hospital Santa Isabel ‘Dr. Fernando Guedes’: Avenida Simeão Sobral s/n, Bairro Santo Antônio, em Aracaju. Contato (079) 3212-4900 
Compartilhe: