V E S T I B U L A R UNIT
MENU

Pesquisa aponta aumento no consumo de bebidas alcoólicas por jovens

Professora da Unit fala sobre os dados e mostra a importância de projetos que envolvam os estudantes em atividades diversas

às 18h10
Professora Tatiana de Carvalho Socorro
Professora Tatiana de Carvalho Socorro
Compartilhe:

Dados do IBGE mostram que 63% dos estudantes entre 13 e 17 anos já experimentaram bebidas alcoólicas. Esse número representa seis em cada dez alunos que, no período pré-pandemia, compartilhavam o ambiente escolar. Projetos ajudam jovens a se manterem afastados do consumo excessivo.

 De acordo com a professora de Psicologia do Direito e Psicologia do Desenvolvimento Humano da Universidade Tiradentes (Unit), Tatiana de Carvalho Socorro, essa faixa etária traz um período de experimentação, no qual o adolescente recebe a influência de amigos, dos pais e, também, do ambiente, em diversos aspectos.

 “Os dados mostram que o consumo elevado de bebidas alcoólicas tem a influência dos pares, amigos e, algumas vezes, pais. A escola tem dois papéis: trabalhar com projetos sociais, mas também é na escola que ocorre o primeiro contato com a bebida alcoólica”, disse a professora.

 No ambiente universitário não é muito diferente. Para a professora, somado ao fator experimentação surge a liberdade proporcionada pela nova fase. “Quando entram no meio acadêmico, na universidade, é uma nova fase em que o adolescente terá uma liberdade que não tinha na adolescência. Quando estão na escola, é mais fácil para os pais monitorarem, no ensino superior é um pouco mais difícil”, destaca.

 Por isso, assim como na escola, é importante que haja projetos atrativos na universidade, em que os jovens estejam engajados. “Na Unit, há vários projetos, como por exemplo o Projeto Mentoria, em que alunos que já cursaram metade da graduação e têm a vivência dos anos anteriores, vão orientar os novos alunos”, explica a professora, que também é orientadora do Projeto Mentoria.

 “No projeto, os alunos mais velhos incentivam o sucesso acadêmico dos mais novos. Quando o jovem está focado no seu desempenho, não vai querer que algo atrapalhe, como é o caso das bebidas alcoólicas e festas. O Projeto Mentoria tem essa vantagem. Há também o fator esportes: é importante para a saúde física e mental e afasta das droga”, conclui.

Projeto Mentoria

Criado em 2017, o Projeto Mentoria tem o objetivo de desenvolver o relacionamento entre acadêmicos e a universidade, estimulando a realização de atividades universitárias, esportivas, culturais, científicas e várias outras.

 Inicialmente, o projeto abrangia somente os cursos de Arquitetura e Urbanismo, Direito, Enfermagem e Engenharias, Nutrição e Odontologia. Mas em 2020, todos os cursos presenciais passaram a ser contemplados.

 

Leia mais: Projeto Mentoria da Unit é referência em proporcionar integração

Compartilhe: