V E S T I B U L A R UNIT
MENU

Pisadinha foi o ritmo mais ouvido nas plataformas de streaming em 2020

Ritmo derivado do forró e de outros gêneros musicais nordestinos, a pisadinha surgiu em 2004, mas agora tornou-se sucesso nacional e internacional

às 23h29
A dupla “Os Barões da Pisadinha” foi uma das responsáveis pelo sucesso nacional do ritmo, ao liderar as plataformas de streaming de áudio (Reprodução/YouTube)
A dupla “Os Barões da Pisadinha” foi uma das responsáveis pelo sucesso nacional do ritmo, ao liderar as plataformas de streaming de áudio (Reprodução/YouTube)
Compartilhe:

Parece recente, mas a “pisadinha” já é conhecida em toda a região Nordeste desde 2004. A atualização do ritmo, entretanto, tornou-se mais conhecida recentemente, graças ao sucesso que começou a fazer nas redes sociais com diversas celebridades dublando e fazendo dancinhas bem humoradas. 

A pisadinha é derivada do tradicional forró, baseada em voz e teclado produzida de forma caseira. O precursor do gênero é o baiano Nelson Nascimento, que naquele ano lançou o disco “O Rei da Pisadinha”. Em seguida, Frank Aguiar e Lairton dos Teclados embarcaram na onda. O sucesso de Nelson e do ritmo que criou veio realmente em 2012, com a música “Fazer Beber”. Depois disso, o “piseiro”, nome pelo qual também é conhecido, em alusão aos locais onde se dança, foi crescendo. E cada vez mais artistas incorporaram as canções aos seus repertórios. 

O êxito desse ritmo chegou mesmo com a dupla Os Barões da Pisadinha e os cantores Zé Vaqueiro, Eric Land e Vitor Fernandes. De olho nessa fatia do mercado, grandes gravadoras já contrataram artistas e estão produzindo as faixas com mais tecnologia. É tanto que cantores sertanejos e de forró eletrônico como, Wesley Safadão, Gusttavo Lima, Márcia Fellipe e Mano Walter já possuem músicas nesse estilo musical.

O sucesso foi tanto que as plataformas de streaming de áudio, como o Spotify e Sua Música, divulgaram no final de 2020 que a pisadinha foi o ritmo mais ouvido. Tal fato acabou por impulsionar outros artistas a aderirem à onda, visando ser mais uma estrela na constelação do piseiro. Fato é que a pisadinha é contagiante e aqueles que têm contato com o som não conseguem ficar parados. 

Foi o caso da youtuber canadense Kimberly Solomon, que criou uma versão em inglês de “Basta Você Me Ligar” e já conta com cerca de nove milhões de visualizações em seu canal. Também é o caso dos sergipanos de Aquidabã que viralizaram na internet, após terem postado um vídeo deles dançando na rua do comércio da cidade de Birigui (SP). Os trabalhadores de uma empresa de telefonia ficaram conhecidos como os “técnicos da pisadinha” e, por onde passam, são convocados a fazer a famosa dança que já se tornou parte dos ritmos e da cultura popular.

Asscom | Grupo Tiradentes

Compartilhe: