V E S T I B U L A R UNIT
MENU

Prevenção à violência

Unit promove curso de prevenção e sobrevivência em casos de sequestro e roubo.

às 15h34
A violência é uma realidade em Sergipe e qualquer cidadão está passível de sofrer um sequestro ou roubo. E a reação da vítima pode ser fatal. Para reduzir os riscos de quem é alvo dos criminosos, a Universidade Tiradentes promove o Curso de Prevenção, Sobrevivência a Crises de Sequestro e Roubo Evoluído. Ministrado pelo instrutor de Gerenciamento de crises da Polícia Militar de Sergipe, coronel Eduardo Henrique Santos, o curso acontece no próximo dia 12, das 8h às 13h, no Campus Aracaju Farolândia.
O instrutor de Gerenciamento de crises da Polícia Militar de Sergipe, coronel Eduardo Henrique Santos
O instrutor de Gerenciamento de crises da Polícia Militar de Sergipe, coronel Eduardo Henrique Santos
Compartilhe:

“Quando você está em um estabelecimento e alguém anuncia o assalto, a ordem é não reagir. É preciso que manter a calma diante da situação e demonstrar incapacidade de reação. O bandido precisa sentir que tem o domínio, pois, em regra, ele só maltrata as pessoas que servem de obstáculos às suas pretensões. A vítima também tem que contribuir para diminuir qualquer sofrimento”, recomenda o Coronel Eduardo.

Durante cinco horas, o especialista ensinará os métodos de prevenção no trânsito, local de trabalho, na residência e em áreas de lazer. “Será abordada uma série procedimentos para que o cidadão não seja escolhido como alvo preferencial. Muitas vezes, por um descuido, ficamos propícios à ação dos bandidos”, comenta o instrutor da PM.

Além das primeiras orientações, o especialista abordará como a vítima pode identificar o estado psicológico do criminoso e saber lidar com isso. “O comportamento da vítima é primordial. Com a consciência e conhecimento das ações do bandido, as chances de sair com vida crescem substancialmente”, afirma.

Metodologia

Para fundamentar as amplas discussões, serão apresentados conteúdos como imagens de situações do cotidiano e identificação de comportamento das vítimas. “Será uma manhã de muito debate. Como todo mundo entende um pouco de segurança pública é sempre bom deixar as pessoas se expressarem. É um momento para troca de experiências”, garante Coronel Eduardo.

A inscrição para o curso pode ser realizada até esta sexta-feira, 4, no site  https://goo.gl/amT8NM.

Compartilhe: