V E S T I B U L A R UNIT
MENU

Aprendizagem em versos e rimas

Poeta e professor paraibano realiza Sarau na Unit e explica como utiliza a literatura de cordel enquanto ferramenta de ensino

às 20h41
O cordel aguça a percepção dos alunos e o gosto pelo aprendizado e vem sendo aplicado por professores em variadas disciplinas nas escolas pernambucanas
O poeta Edgar Diniz  encontrou no Cordel importante  recurso  educacional
O poeta Edgar Diniz encontrou no Cordel importante recurso educacional
O poeta Edgar recita seus versos
O professor Temissom apresenta o cordel e o cordelista aos convidados do sarau
Compartilhe:

De passagem por Aracaju aonde participa de evento cultural realizado neste fim de semana, o poeta e cordelista paraibano radicado em Recife Edgar Diniz esteve no Campus Farolândia na tarde desta sexta-feira, 8. A convite do superintendente acadêmico do Grupo Tiradentes, professor Temisson José dos Santos, Edgar apresentou num sarau destinado a professores, coordenadores de cursos e diretores de departamentos, a metodologia de ensino que ele, na condição de professor de História, aplica com a utilização do cordel. Edgar desenvolve nas escolas públicas e particulares da região metropolitana e em cidades do interior pernambucano os projetos Educando em Cordel e Happy Cordel a partir da musicalidade existente nas comunidades.

O cordelista trabalha desde 2008 com a formação de professores. “É uma maneira de estimular os professores para que possam utilizar o cordel em sala de aula, em matérias como Português, História e até Matemática. Percebi que o cordel, por meio das suas rimas e métricas, nos permite estimular os alunos. Isso faz com que eles absorvam melhor o aprendizado”, pondera Edgar. Ele lembra que através da poesia os valores sociais também são abordados, entre eles família, escola e religiosidade.

A fala do poeta para a academia revela uma metodologia ativa de ensino que se aplica com a utilização da poesia. “A estratégia que ele usa permite que o aluno aprenda de forma lúdica, sem se submeter apenas à aula tradicional e expositiva. Ele faz um trabalho que encanta e induz o jovem ao aprendizado”, opina o professor Temisson José dos Santos.

Confira o vídeo do poeta Edgar Diniz recitando “Gentileza gera gentileza”, cordel de sua autoria:

Compartilhe: